26/06/2018 às 11h57min - Atualizada em 26/06/2018 às 11h57min

Seleção alemã suspende funcionários que provocaram suecos

Membros da delegação foram ao banco de reservas adversário para comemorar gol de Toni Kroos

Hannah McKay/Reuters
A seleção alemã suspendeu dois funcionários que se excederam na comemoração do gol de Toni Kroos que garantiu a virada dos atuais campeões mundiais sobre a Suécia, no último sábado. Nesta quarta-feira, contra a Coreia do Sul, a federação de futebol do país anunciou que Uli Voigt e Georg Behlau não participarão do último confronto válido pelo Grupo F da Copa do Mundo.

Uli Voigt integra o departamento de comunicação da seleção alemã, enquanto Georg Behlau é diretor de logística. Na partida contra a Suécia, ambos fizeram questão de se dirigir ao banco de reservas adversário e comemorar de maneira bastante acintosa o gol de Toni Kroos, o que enfureceu a delegação do país nórdico.

A Federação de Futebol Alemã lamentou o ocorrido e considerou os atos “inapropriados”. Uli Voigt e Gerog Behlau também pediram desculpas pelos seus comportamentos na partida. A Fifa permite que 11 membros da delegação de cada país tenham acesso ao banco de reservas além dos jogadores.

 

Veja

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »