28/06/2018 às 16h44min - Atualizada em 28/06/2018 às 16h44min

Motocicletas Honda integram programa do governo voltado à agricultura familiar

Divulgação
A partir do dia 1° de julho, os modelos de motocicletas Honda NXR 160 Bros, XRE 190 e CRF 230F passarão a integrar o programa Pronaf Mais Alimentos, destinados aos agricultores familiares, ao lado dos quadriciclos da marca e motores estacionários da linha de Produtos de Força Honda. Trata-se de uma ação que beneficiará a agricultura nacional, proporcionando modernização no desenvolvimento do trabalho no campo.

A ação é resultado de um acordo recém - firmado entre a Abraciclo – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, e a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário – Sead. O assunto voltou a ser pauta nacional devido ao anúncio de lançamento de novas ações de fortalecimento para a Safra 2018/2019, em cerimônia realizada em Brasília, com a presença do Secretário Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário, Jefferson Coriteac e do presidente da República Michel Temer, na qual também estiveram presentes executivos da Moto Honda da Amazônia.

O Pronaf Mais Alimentos conta com cerca de 4 milhões de famílias agrícolas cadastradas que, a partir de agora, poderão obter um melhor desempenho em suas propriedades com a ajuda de produtos e tecnologias de ponta. “A Honda tem como premissa oferecer produtos que atendam aos mais variados perfis de clientes e tipos de uso. As motocicletas são cada vez mais utilizadas no ambiente rural, contribuindo com a mobilidade, facilidade no desenvolvimento dos trabalhos e dos negócios dos agricultores familiares. Acreditamos que o Pronaf pode ampliar ainda mais este acesso e contribuir com o aumento de produtividade e com a melhoria da qualidade de vida destas famílias”, comenta Alexandre Cury, Diretor Comercial da Moto Honda da Amazônia.

“As motocicletas que integram o programa - NXR 160 Bros, XRE 190 e CRF 230F -  garantem resistência, força, ótimo desempenho para o trabalho inclusive em terrenos acidentados, além de conforto, baixo valor de manutenção e consumo de combustível”, complementa Cury.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »