13/08/2020 às 10h10min - Atualizada em 13/08/2020 às 10h10min

Bolsonaro corta 60% da verba publicitária do governo à Globo

PORTAL DO SENA - Informando com credibilidade

Terra
Foto: Reprodução
Na edição de quarta-feira (12), a Folha de S. Paulo trouxe matéria a respeito do rateio de verbas do governo federal às TVs. 

A Globo foi a que mais perdeu. Apesar de ser líder em audiência, com média diária de público maior do que RecordTV e SBT juntos, o canal carioca teve a participação reduzida de 39% para 16%, queda de quase 60% na comparação entre 2018 (sob a gestão de Michel Temer) e 2019 (ano do primeiro mandato de Jair Bolsonaro).

A Globo é, nas palavras do chefe do Executivo, um "inimigo" na mídia.

Segundo a matéria da Folha, a Secom alegou que a aferição do Ibope não foi o único critério para redefinir a distribuição da verba. O órgão teria considerado o perfil do público de cada emissora e o custo das inserções.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »