24/07/2020 às 07h44min - Atualizada em 24/07/2020 às 07h44min

São Paulo é surpreendido e perde para o Bragantino em jogo de 5 gols; veja os melhores momentos

R7
Morato comemora gol do Bragantino contra o São Paulo (Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino)
Foi um jogão no Morumbi na noite desta quinta-feira (23). E o Red Bull Bragantino surpreendeu o São Paulo em um duelo com muita emoção, principalmente no primeiro tempo, pela 11ª rodada do Campeonato Paulista.

Com gols de Matheus Jesus, Morato e Artur, o time de Bragança venceu por 3 a 2 e agora tem a melhor campanha do Campeonato Paulista, ao lado do Santo André, já garantido nas quartas.

Pablo fez os dois do São Paulo, que, com 18 pontos no Grupo C, também já está classificado.

Na próxima rodada, a última da fase inicial, os dois times apenas cumprirão tabela. Enquanto o Tricolor encara o Guarani na Vila Belmiro, em Santos, o Bragantino desafia o desesperado Botafogo em Osasco. Todos os confrontos estão marcados para a tarde de domingo.

O jogo

O primeiro tempo foi eletrizante do início ao fim, com os dois times jogando de forma bastante aberta e com muita movimentação. Tanto é que teve 14 finalizações, maior do que o número de faltas (13).

Logo na primeira grande chance, gol do São Paulo. Reinaldo cruzou da esquerda e Pablo cabeceou firme para abrir o placar aos 6. O time quase ampliou aos 9, em chute de Vitor Bueno que passou perto.

Mas a alegria dos donos da casa durou pouco. Aos 12, Artur fez bela jogada individual e tocou para Matheus Jesus, que bateu firme para deixar tudo igual.

22 minutos mais tarde, o Bragantino conseguiu a virada. Morato recebeu bola enfiada, driblou Arboleda duas vezes e bateu cruzado, vencendo Tiago Volpi.

A desvantagem não desanimou o São Paulo, que continuou atacando. Aos 37, Reinaldo chutou de dentro da área, mas Julio Cesar defendeu. No minuto seguinte, não deu para o goleiro. Daniel Alves tocou de calcanhar e Pablo bateu forte, de longe, para deixar tudo igual.

O Tricolor quase conseguiu a virada aos 44. E seria uma pintura. Pato recebeu lançamento da direita, driblou dois marcadores e encobriu o goleiro. A bola só não entrou graças a Ryller, que conseguiu se recuperar a tempo de afastar.

Se a primeire etapa foi eletrizante, o segundo tempo foi em ritmo menos intenso. Mas ainda assim teve bons momentos. Aos 12, Juanfran cruzou na medida e Pato cabeceou com perigo. Na sequência, Reinaldo cobrou falta e Julio Cesar espalmou.

E na marca de 20 veio o castigo. E em forma de golaço. Artur fez bela jogada, tabelou com Vitinho e bateu no ângulo para colocar o Bragantino mais uma vez em vantagem.

O São Paulo ainda tentou na reta final, mas o desgaste físico evitou maiores emoções. 3 a 2 para o Bragantino!




SÃO PAULO 2 x 3 RED BULL BRAGANTINO

Data/Horário: 23/7/2020, às 20h
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitra: Edina Alves Batista
Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis e Evandro de Melo Lima
Cartões amarelos: Reinaldo, Daniel Alves, Tchê Tchê (SAO); Vitinho, Matheus Jesus (RBB)

Gols: Pablo, aos 6'/1ºT (1-0); Matheus Jesus, aos 12'/1ºT (1-1); Morato, aos 34'/1ºT (1-2); Pablo, aos 38'/1ºT (2-2); Artur, aos 20'/2ºT (2-3)

SÃO PAULO: Tiago Volpi, Juanfran (Paulinho Boia - 39'/2ºT), Arboleda (Everton - 26'/2ºT), Bruno Alves e Reinaldo; Tchê Tchê, Daniel Alves e Igor Gomes (Helinho - 39'/2ºT); Pablo, Vitor Bueno (Liziero - 26'/2ºT) e Pato (Hernanes - 39'/2ºT). Técnico: Fernando Diniz.

RED BULL BRAGANTINO: Julio Cesar, Weverton, Fabrício Bruno, Ligger e Luan Cândido (Edimar - Intervalo); Ryller (Barreto - 29'/2ºT), Matheus Jesus (Weverson - 45'/2ºT) e Vitinho; Artur (Willian Correia - 45'/2ºT), Morato (Claudinho - 33'/2ºT) e Ytalo. Técnico: Felipe Conceição.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »