28/04/2020 às 17h15min - Atualizada em 28/04/2020 às 17h15min

Zico oferece ajuda a jogador brasileiro sozinho no Japão durante a pandemia do coronavírus

Extra
Foto: Reprodução
O relato de preocupação de Augusto César, um dos centenas de jogadores brasileiros enfrentando a pandemia do novo coronavírus no futebol do exterior, mexeu com Zico. O ex-jogador e atual diretor-esportivo do Kashima Antlers viu a reportagem publicada pelo Jogo Extra, mostrando a situação do volante no Matsumoto Yamaga, e resolveu entrar em contato com ele para oferecer ajuda.

Augusto César passa pela quarentena imposta pela Covid-19 isolado no país asiático e mostrou apreensão com o fato de estar sozinho no Japão e correr o risco, caso teste positivo para a doença, de ficar em quarentena dentro do clube e não ir para um hospital. O jogador pediu autorização para voltar para o Brasil, mas a solicitação foi recusada pelos japoneses.

- Ele ficou feliz com a minha mensagem. Passei todos os dados dele para a família da esposa do meu filho (que possui negócios em Matsumoto), para entrarem em contato. Ela me falou que nesses últimos dias tiveram vários terremotos lá, mas de escala baixa - afirmou o ídolo do Flamengo.

O jogador brasileiro demonstrou surpresa ao conversar com Zico. Augusto César vive a expectativa de seu time voltar aos treinos e assim o isolamento em Matsumoto diminuir - a previsão atual é de as atividades recomeçarem a partir do próximo dia 6, mas essa data pode mudar, dependendo da evolução da Covid-19 no Japão.

- Está tudo bem. Fiquei muito feliz quando ele me chamou. Conversamos um pouco, ele me disse para eu ter calma e eu respondi, "nossa, é uma honra está falando com você, Zico". Agradeço pela preocupação, de coração.

De acordo com os dados mais atualizados da Universidade Johns Hopkins, dos EUA, o Japão tem mais de 13.400 casos confirmados do novo coronavírus, com 372 mortes.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »