20/08/2018 às 21h29min - Atualizada em 20/08/2018 às 21h29min

Vasco empata com o Ceará em 1 a 1 em casa pelo Campeonato Brasileiro

O interino manteve o Vasco no ataque no segundo tempo e foi premiado com um gol que veio com Wagner, aos 14 minutos, graças à falha da zaga cearense.

Foto: Marcelo Regua / Agência O Globo
Imagine aquela decepção quando você descobre que ganhou um par de meias de presente. Ou que o bolo que você esperou ansiosamente até o fim da festa para experimentar estava azedo. Foi assim que o torcedor do Vasco se sentiu quando assistiu ao time desperdiçar uma chance de ouro para se afastar da zona de rebaixamento. Contra o desesperado Ceará, com um jogador a mais nos últimos minutos, o Cruz-maltino não passou do empate em 1 a 1 em casa. Baita aniversário sem graça, um dia antes de completar 120 anos.

O pontinho deixou a equipe em 15º lugar, ainda bem próxima dos quatro últimos, enquanto que a vitória deixaria os vascaínos aliviados na 10ª colocação. Fez com que o jogo contra o Atlético Mineiro ganhasse ainda mais importância. O risco de entrar no Z-4 quinta-feira ficou bem maior depois desta segunda-feira. A torcida do Vasco, crente que deixaria a Colina em festa, sabe do problema e reagiu com vaias depois do 1 a 1.

- Ela está coberta de razão, tem de cobrar - afirmou Yago Pikachu: - Não estamos em situação confortável na tabela, era um jogo muito importante para nossas pretensões, ele daria tranquilidade para o time.

Calma talvez tenha sido o que faltou o tempo inteiro para o Vasco. No começo do jogo, a equipe saiu no abafa contra um Ceará que conseguiu se fechar bem na defesa, à espera do mandante diminuir o ritmo. Quando isso aconteceu, o Vozão saiu bem nos contra-ataques e levou perigo ao gol de Martín Silva. Se era para alguém sair com a vitória antes do intervalo, não era a equipe de Valdir.

O interino manteve o Vasco no ataque no segundo tempo e foi premiado com um gol que veio com Wagner, aos 14 minutos, graças à falha da zaga cearense. Mas o cochilo foi retribuído pelos defensores vascaínos. Tiago Alves não se fez de rogado e cabeceou para empatar.

 


Extra

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »