15/02/2019 às 15h31min - Atualizada em 15/02/2019 às 15h31min

Idoso autor de homicídio no bairro Jorge Teixeira é preso pela Polícia Civil

O crime ocorreu na madrugada do último domingo (10)...

Secom
PC-AM
A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), em ação conjunta com o 30º Distrito Integrado de Polícia (DIP), cumpriu, na manhã da última quarta-feira (13/02), por volta das 10h, mandado de prisão preventiva por homicídio em nome de Adão Ubirajara Prates, 69, conhecido como “Carioca”.

Ele é apontado como autor da morte da moradora de rua Euricelia Salvino da Silva. O crime ocorreu na madrugada do último domingo (10/2), por volta das 4h15, na avenida Autaz Mirim, bairro Jorge Teixeira, zona leste de Manaus. A vítima tinha 40 anos.

Durante a coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta-feira (15/02), às 9h30, no prédio da DEHS, falaram sobre a ação conjunta os delegados Paulo Martins e Charles Araújo, titular e adjunto, respectivamente, da DEHS, e o delegado Torquato Mozer, titular do 30º DIP.

De acordo com Martins, a prisão do infrator aconteceu na rua Mirra do bairro Jorge Teixeira e só foi possível a partir das investigações realizadas em torno do caso e da colaboração da população na identificação do infrator.

 

 DELEGADOS TORQUATO MOZER, PAULO MARTINS E CHARLES ARAUJO

“A população tem nos ajudado bastante e nós estamos apresentando diversos casos, solucionados diariamente pela delegacia. Esse não foi diferente. Tivemos o apoio do delegado Mozer e da equipe de investigação do 30º DIP, que atuaram em parceria conosco, resultando na prisão de Adão, com base em depoimentos de testemunhas, que indicaram ser este homem o autor do homicídio”, explicou o titular da DEHS.

Segundo o adjunto da DEHS, a vítima e o companheiro eram moradores de rua e no dia do crime dormiam em um ponto de mototáxi situado na avenida Autaz Mirim, quando foram abordados por “Carioca”. “O infrator suspeitava que Euricelia teria furtado um compressor de ar dele. Então, foi ao local onde o casal fazia pequenos serviços e desferiu um golpe de faca no pescoço da vítima. Em depoimento, ele negou a autoria do crime e afirmou desconhecer a vítima, mas ele foi reconhecido por testemunhas”, relatou Araújo.

De acordo com Martins, em posse das informações fornecidas pelas testemunhas, o titular da DEHS representou à Justiça o pedido de prisão em nome do indivíduo. O mandado de prisão preventiva em nome de Adão foi expedido na última quarta-feira (13/02), pela juíza Bárbara de Araújo Folhadela, no Plantão Criminal.

 

FOTOS: ALAILSON SANTOS/PC-AM

Indiciamento - Adão foi indiciado por homicídio qualificado. Ao término dos procedimentos cabíveis na DEHS, o idoso será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá ficar à disposição da Justiça.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »