09/11/2020 às 22h08min - Atualizada em 09/11/2020 às 22h08min

Desvendado o mistério de vilarejo cuja população ficou com 'maior desejo sexual'

PORTAL DO SENA - Informando com credibilidade

Extra
Foto: reprodução
Um mistério que pairava no ar havia oito anos foi finalmente resolvido. Em 2012, grande parte da população do vilarejo de Kalachi (Cazaquistão) apresentou sintomas inesperados, de aumento do desejo sexual a alucinações.

Durante anos, cientistas realizaram exames e acompanhamento dos poucos que permaneceram em Kalachi, sem chegar a qualquer conclusão. Uma menina afetada pela misteriosa condição relatou que via uma tromba de elefante no rosto da mãe, enquanto um menino afirmou que via lâmpadas e cavalos flutuando ao redor dele. As alucinações eram mais comuns em crianças. Outras vítimas apresentavam sinais da doença do sono.

Agora, um novo estudo apontou que a inusitada situação foi provocada pelo vazamento de produtos químicos enterrados sob uma mina desativada que funcionava nos arredores de Kalachi.

Os produtos químicos, usados secretamente pelo Exército do antiga União Soviética, afirmam os cientistas, chegaram ao rio que abastece o vilarejo, provocando uma série de reações na população, inclusive na libido, declarou o epidemiologista Byron Crape, líder do estudo, segundo o "Siberian Times".

A equipe de cientistas usou drone para chegar aos pontos mais profundos da mina.

Os sintomas misteriosos surgiam apenas no inverno, mas Crape acredita que isso ocorria porque os produtos químicos, não identificados, se decompunham quando a água era aquecida a mais de 1ºC.


O quadro na ex-república soviética durou até 2015. O fenômeno era tão intrigante que autoridades, desconhecendo a origem e temendo sua disseminação, chegaram a fechar a cidade durante um período. A maior parte da população abandonou Kalachi após o incidente.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »