04/11/2020 às 13h23min - Atualizada em 04/11/2020 às 13h23min

​DERFV prende quadrilha que encomendava roubos e furtos de veículos para serem clonados e revendidos em redes sociais

PORTAL DO SENA - Informando com credibilidade

PC-AM
Foto: Reprodução
Durante operação policial na manhã de terça-feira (03), policiais da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos prenderam 04(quatro) nacionais envolvidos num esquema criminoso de roubos, furtos e adulteração de sinais identificador de veículos automotores. 

As prisões se deram entre 11h e 13h da manhã na avenida Pedro Teixeira, bairro Dom Pedro e na rua 28 de agosto, bairro Jorge Teixeira IV. 

Com o bando a polícia apreendeu documentos, diversas placas de veículos roubados, duas motocicletas roubadas e clonadas, além de instrumentos para clonagem de veículos. 

As investigações apuraram que Paulo Henrique Toga Campos (23 anos) encomendava motocicletas roubadas e furtadas, com ajuda de funcionários de uma loja de placas situada na rua João Câmara, bairro Novo Aleixo, placas eram confeccionadas para que pudessem ser utilizadas nos veículos clonados. 

Após a clonagem dos veículos, os mesmos eram anunciados em redes sociais com o auxílio de Lidiane Dos Santos (24 anos), que juntamente com seu companheiro Paulo, realizavam a venda de tais motocicletas para pessoas de boa fé. 


Durante as diligências policiais também foram presos os nacionais Wanderlei Pereira de Moura (41 anos) e Diego Alexander do Nascimento (27 anos), os quais eram responsáveis por confeccionar as placas utilizadas para a clonagem das motocicletas. 

Diego já havia sido alvo de investigações da DERFV durante a deflagração da Operação Chancela II no ano de 2018 e já responde por organização criminosa e adulteração de sinal identificador de veículo automotor. 


Wanderlei já responde criminalmente por adulteração de sinal identificador de veículo automotor. 

Os autores foram flagranteados por receptação qualificada, associação criminosa, uso de documento falso e adulteração de sinal identificador de veículo automotor, e após os procedimentos serão encaminhados ao CRT onde ficarão a disposição da Justiça.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »