16/07/2020 às 10h09min - Atualizada em 23/08/2020 às 17h42min

Harmonização orofacial se torna especialidade na área odontológica

Desde a liberação dos procedimentos faciais para os cirurgiões dentistas, a harmonização ganhou forças e virou uma especialidade na área odontológica, com o nome de harmonização orofacial, onde além de envolver a face também se estende aos procedimentos dentários, pois o sorriso faz parte de uma face harmônica. É possível encontrar vários tratamentos novos e modernos que estão sendo desenvolvidos para combater ou amenizar o envelhecimento...

DINO
http://www.rachelbernardo.com
Harmonizacao Orofacial


Harmonização facial nada mais é que o nome dado ao conjunto de procedimentos realizados na face, para deixar o rosto do paciente mais harmônico ou simétrico. Nunca havia se falado tanto sobre harmonização facial como vem ocorrendo nos últimos anos.

Desde a liberação dos procedimentos faciais para os cirurgiões dentistas, a harmonização ganhou forças e virou uma especialidade na área odontológica, com o nome de harmonização orofacial, onde além de envolver a face também se estende aos procedimentos dentários, pois o sorriso faz parte de uma face harmônica.

É possível encontrar vários tratamentos novos e modernos que estão sendo desenvolvidos para combater ou amenizar o envelhecimento e que fazem parte da harmonização orofacial. Tais tratamentos como preenchimento labial, de malar, de mento, de mandíbula, rinomodelação, toxina botulínica, emagrecimento facial, bioestimuladores de colágeno, lentes de contato dental, entre outros, todos proporcionam harmonia à face, desde que bem indicados.

A toxina botulínica e o preenchimento labial tornaram-se os mais realizados desde a era do silicone, são os ¨queridinhos¨ entre as celebridades, e vem aumentando a procura por pacientes que querem evitar procedimentos mais invasivos ou cirúrgicos. Para a Doutora Rachel Bernardo, especialista em Harmonização Orofacial "Hoje em dia é difícil ver uma mulher acima dos 30 anos, que gosta de cuidar da beleza, que não tenha feito ao menos um tratamento com toxina botulínica “botox” ou um preenchimento labial.".

A harmonização orofacial trouxe para odontologia um contexto geral de análise da face, onde além de diagnosticar e tratar defeitos dentários, com ela é possível alinhar o sorriso com o restante do rosto. Um exemplo claro de como esse casamento ajudou nos resultados finais dos tratamentos odontológicos, são os pacientes com falhas ou desgastes dentários, que tendem a perder volume e contorno labial ou acabam com aparência de que o sorriso está invertido. Esses pacientes passavam por ajustes oclusais ou implantes dentais, mais continuavam com os lábios finos e sem contorno, com aparência triste devido a inversão do sorriso. Agora além de devolver ao paciente o volume perdido nessas estruturas os tratamentos se potencializam, pois temos em mãos mais produtos e técnicas para trabalhar, melhorando os resultados almejados.

Através dos tratamentos ditos estéticos, também é possível trabalhar problemas funcionais, como bruxismo, cefaleias, DTMs (Disfunção Temporomandibular) e mordiscamento interno das bochechas.

A toxina botulínica é um forte aliado na odontologia para tratamentos de cefaleia (enxaqueca) e é usado como um complemento para tratamentos contra o bruxismo (ato de ranger ou apertar os dentes), ela diminui as tensões musculares, causando alívio da dor na região do músculo afetado.

Outro procedimento estético que tem fins funcionais e que causa polêmica entre os profissionais da área, é a bichectomia, tratamento indicado para pacientes que mordem a bochecha quando estão conversando ou mastigando. Foi comprovado que ela não causa queda facial e sim um leve emagrecimento da face, mas há quem custe a acreditar. A sustentação facial vem através dos ossos que ao passar dos anos reduzem de volume, dos músculos onde também perdemos tônus muscular com o envelhecimento, dos coxins de gordura que se localizam abaixo da pele e da perda de produção de colágeno que torna a pele mais flácida. A Doutora Rachel Bernardo pensa diferente: "Eu costumo brincar com meus pacientes dizendo que se a bichectomia fizesse despencar a face, nossos avós estariam todos intactos, já que este procedimento não era realizado no passado.".

Segundo a Doutora Rachel Bernardo "o envelhecimento é inevitável, basta você escolher qual a melhor forma para enfrentá-lo, e a harmonização orofacial veio para ajudar tanto esteticamente, funcionalmente e até mesmo mentalmente. Os pacientes que se submetem aos procedimentos se sentem melhores com sua imagem e automaticamente melhoram sua autoestima".

Por isso é de extrema importância procurar profissionais capacitados para realizar sua harmonização orofacial.



Website: http://www.rachelbernardo.com
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »