17/07/2020 às 08h17min - Atualizada em 22/08/2020 às 11h03min

Bruxismo: como o Botox pode ajudar no combate e tratamento do problema

A toxina botulínica A é muito conhecida por ser usada em procedimentos estéticos, mas também é uma grande aliada como terapia e tratamento do bruxismo, problema também conhecido como "apertamento" ou "ranger dos dentes" durante o sono.

DINO
https://www.sbodontologiaespecializada.com.br/
Bruxismo


Apesar de ser conhecida por sua utilização em procedimentos estéticos, a Toxina Botulínica A foi curiosamente utilizada inicialmente na medicina, para corrigir o estrabismo. O interesse pelo uso cosmético da toxina se deu somente vários anos depois, quando uma paciente relatou melhora da aparência de suas rugas após fazer um tratamento para conter espasmos nas pálpebras. O que muitos não sabem é que, atualmente, ela também pode ser utilizada como terapia no tratamento de bruxismo, o ranger ou apertamento de dentes durante o sono.

Mas, primeiramente, o que é o bruxismo? O cirurgião-dentista Dr. Ricardo Barbosa, da SB Odontologia Especializada, explica que é causado por um distúrbio do sono complexo: "Geralmente ocorre a noite, enquanto dormimos. Os músculos se contraem e a mandíbula se move involuntariamente, gerando atrito, desgaste dentário e problemas na articulação temporomandibular. Porém em alguns casos pode ocorrer enquanto estamos acordados. Devido a uma resposta ao estresse acabamos por apertar/pressionar os dentes inconscientemente."

O Dr. Ricardo completa: "Esse distúrbio pode causar desgaste dos dentes, lesão nas estruturas ao redor dos dentes, distúrbios da articulação temporomandibular (ATM), dor muscular, dores de cabeça e hipertrofia dos músculos da mastigação. Também pode haver desalinhamento dos dentes superiores e inferiores.".

A reportagem perguntou ao Dr. Ricardo Barbosa como a toxina botulínica ajuda no tratamento do bruxismo: "Não sabemos exatamente a fisiologia do bruxismo. Sabemos que ocorre uma alteração no Sistema Nervoso Central, levando a uma maior atividade dos músculos da mastigação, principalmente nos chamados masseteres e temporais, causando o apertamento ou ranger dos dentes. A Toxina Botulínica age inibindo esta hiperatividade, reduzindo a contração muscular, melhorando a rigidez da musculatura e promovendo um alívio significativo da dor facial. Seu efeito independe da colaboração dos pacientes e age 24 horas por dia". O medicamento controla tanto o bruxismo noturno quanto o diurno, segundo o especialista.

As vantagens desse tratamento são muitas, de acordo com o Dr. Ricardo. A aplicação de toxina botulínica diminui a ocorrência de desgastes e fraturas dos dentes. "Estudos e evidências clínicas demonstram grande melhora na dor muscular e na qualidade de sono dos pacientes tratados com a toxina botulínica".

A toxina botulínica possui um tempo de ação, porém por experiência clínica e através de estudos, o Dr. Ricardo explica ser comprovado que após algumas aplicações a musculatura do masseter e temporal se adapta a esta nova situação de relaxamento muscular. Por este motivo, o paciente pode não necessitar de aplicações por um longo período de tempo: "Muitas pessoas chegam ao consultório acreditando que terá que reaplicar a toxina a cada 6 meses por tempo indeterminado, pois ouviram dizer que a aplicação em áreas estéticas, como testa, olhos e nariz, dura cerca 6 meses, porém com esta adaptação dos músculos masseter e temporal, temos resultados incríveis e, muitos pacientes não precisaram mais aplicar depois de um período e continuam com os benefícios de alívio de dores, não apresentando evolução no desgaste e fraturas dentais." .

Alguns outros problemas bucais, além do bruxismo, também podem ser tratados com a toxina botulínica, como:

- Sorriso gengival: quando há o paciente sorri a gengiva aparece em demasia, não há prejuízo a saúde, possui apenas efeitos estéticos.

- Distonia: espasmos na região inferior da face (boca, língua e mandíbula), causando dificuldade na abertura ou fechamento da boca, no mastigar, no engolir e na articulação das palavras.

-Disfunções da ATM: alterações na articulação temporomandibular, que liga a mandíbula ao crânio, os sintomas mais comuns é a sensação de que a mandíbula está ‘saltando para fora’, estalando ou até travando por um instante.

- Sialorreia: produção excessiva de saliva, há o risco elevado de inalar a saliva, alimentos ou fluidos para os pulmões.

As aplicações podem ser feitas por dentistas ou médicos certificados.



Website: https://www.sbodontologiaespecializada.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »