14/08/2020 às 11h41min - Atualizada em 14/08/2020 às 11h41min

Motorista se defende das acusações de homofobia contra cliente em corrida de aplicativo

PORTAL DO SENA - Informando com credibilidade

Foto: Reprodução
Um jovem identificado como Clayton Oliveira denunciou na quinta-feira (13), por meio do Instagram, que foi agredido por um motorista de aplicativo.

Segundo, ele, o fato teria ocorrido por volta das 21h da última quarta-feira (12), durante uma corrida iniciada no bairro Alvorada, zona centro-oeste de Manaus.

Segundo a postagem, após entrar no veículo, Clayton colocou as coisas que carregava no banco traseiro e sentou no banco do passageiro. No meio do caminho, o motorista teria perguntado se ele era homossexual e, ao responder que sim, levou um soco do homem - que disse ter ódio dos gays. 



O proprietário do veículo se pronunciou em vídeo e explicou a situação; veja vídeo




NOTA

A 99 recebeu a grave denúncia do passageiro Clayton Oliveira envolvendo um motorista da plataforma. Assim que tomamos conhecimento do caso, bloqueamos o condutor imediatamente enquanto a polícia realiza a investigação. Mobilizamos uma equipe que está buscando contato com Clayton para oferecer todo o apoio e acolhimento necessário. A empresa está disponível para colaborar com as apurações das autoridades.

O aplicativo lamenta profundamente o caso e reitera que repudia veemente qualquer atitude preconceituosa ou hostil contra pessoas, seja por conta de orientação sexual ou qualquer outra. Temos uma política de tolerância zero em relação à LGBTFobia.

Esclarecemos ainda que todos os usuários, motoristas e passageiros, devem tratar uns aos outros com boa fé e respeito. Em comportamentos como esse, que vão contra os Termos de Uso da Plataforma, todas as medidas corretivas são adotadas -- e incluem o bloqueio definitivo do perfil do agressor.

A plataforma orienta e sensibiliza os condutores a atenderem a todos com respeito. Passageiros que tenham sofrido qualquer forma de agressão ou discriminação devem reportar imediatamente para a empresa, por meio de seu app ou pelo telefone 0800-888-8999, para que medidas corretivas sejam adotadas. Trabalhamos 24 horas por dia, 7 dias por semana, para cuidar exclusivamente da proteção dos usuários.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »