12/08/2020 às 07h24min - Atualizada em 12/08/2020 às 07h24min

Sharon Stone vai contar traumas da infância em autobiografia 'corajosa'

PORTAL DO SENA - Informando com credibilidade

R7
Foto: Reprodução
Sharon Stone mostrou a capa da autobiografia The Beauty of Living Twice, ou A beleza de viver duas vezes —em tradução livre—, em publicação nas redes sociais nesta terça-feira (11). De acordo com a estrela, musa de Instinto Selvagem (1992), "a oportunidade de crescer e de compartilhar esse crescimento" a fez escrever o livro, que tem previsão de lançamento para março de 2021, nos Estados Unidos. 

"A possibilidade me fez escrever este livro: a oportunidade de crescer e de compartilhar esse crescimento. Aprendi a perdoar o imperdoável. Minha esperança é que, ao compartilhar minha jornada, você também aprenda a fazer o mesmo", escreveu em seu perfil oficial no Instagram. 

A editora Alfred A. Knopf, responsável pelo publicação, classificou o projeto como "corajoso" e "honesto" e disse, ainda, que a atriz "se recusa a nos poupar de quaisquer detalhes quando discute aspectos do trauma e da violência que sofreu quando criança". 

Dona de uma carreira repleta de participações em filmes de Hollywood, Sharon atuou em sucessos como Cassino (1995) e O Vingador do Futuro (1990). Mãe de três filhos adotivos, a atriz tem preferido manter a intimidade longe dos holofotes. Atualmente, ela não assume se está ou não em um relacionamento.

Na década de 90, uma cena do filme Instinto Selvagem fez os holofotes se voltarem à Sharon. Na obra, dirigida por Paul Verhoeven, a atriz aparece descruzando as pernas durante o interrogatório de sua personagem, Catherine Trammell, suspeita de assassinato. 


Anos depois, em 1995, a estrela levou o Globo de Ouro de melhor atriz por sua participação no filme Cassino. Além disso, foi indicada outras três vezes ao prêmio. Pelo mesmo filme, Stone concorreu ao Oscar de melhor atriz, mas não levou a estatueta para casa. 


Sharon Stone faturou, no entanto, o Emmy de melhor atriz em série dramática pela participação em The Practice, em 2003. Essa foi a única vez em que foi indicada à premiação. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Sharon Stone (@sharonstone) em


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »