11/08/2020 às 12h08min - Atualizada em 11/08/2020 às 12h08min

Depois de vencer o Flamengo, Sampaoli diz que time não é competitivo e pede cinco reforços

PORTAL DO SENA - Informando com credibilidade

GE
Foto: Reprodução
No dia seguinte à vitória sobre o campeão brasileiro, Flamengo, no Maracanã, Jorge Sampaoli chegou cedo e determinado à Cidade do Galo. Sempre antes das 7 horas da manhã e sempre trabalhando, passou a mão no telefone e pediu uma reunião com a diretoria do Atlético e com os investidores. Disse que sua equipe é insuficiente para brigar pelo título brasileiro e que precisa de cinco reforços.

O detalhe é que, desde sua chegada, e do diretor-executivo Alexandre Mattos, o Atlético foi o clube brasileiro que mais contratou. Chegaram sete atletas pedidos por Sampaoli: os zagueiros Junior Alonso e Bueno, o lateral Mariano, os meio-campistas Alan Franco e Léo Sena, os atacantes Keno e Marrony.

Após os pedidos dos cinco reforços, feito na segunda-feira, Sampaoli já recebeu a negativa. Primeiro, porque não há dinheiro no mercado suficiente para novas contratações, durante a pandemia do coronavírus e depois da paralisação de quatro meses. Segundo, porque a janela de transferências da CBF fechou na noite de segunda-feira (10) e só reabrirá no dia 13 de outubro.

Segundo um dos investidores, Sampaoli pede jogadores de todas as posições. Quer mais um atacante, mais um meia, mas julga necessitar de reforços para todos os setores.

Neste ponto, a direção foi salva pelo gongo.

Sampaoli é muito bom treinador. Mas é chato e exigente. Às vezes contraditório. O presidente do Santos, José Carlos Peres, conta que ouviu pedidos insistentes pela contratação do meia peruano Cueva. Depois de contratá-lo por US$ 7 milhões, Peres ouviu de Sampaoli que não haveria espaço para Cueva em seu time. O presidente santista conta que o treinador se incomodou com a desatenção do meia peruano durante uma de suas palestras.

No grupo da diretoria do Atlético, o apelido de Sampaoli é "zurdo", canhoto em espanhol. Quando escuta respostas negativas, muitas vezes ele se faz de surdo mesmo. Só ouve o que julga positivo para seu time.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »