26/06/2018 às 13h42min - Atualizada em 26/06/2018 às 13h42min

Polícia Civil frustra roubo a casa em condomínio de alto padrão no Aleixo

o bando foi interceptado por volta das 6h30, no momento em que tentava roubar uma residência em um condomínio localizado na avenida Efigênio Salles, bairro Aleixo, zona centro-sul da capital.

PCAM
A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado Adriano Felix, titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), falou na manhã desta terça-feira (26/06), sobre ação policial deflagrada na manhã de segunda-feira (25/06) que frustrou roubo a casa em um condomínio de alto padrão de Manaus e prendeu, em flagrante, quatro indivíduos que pretendiam cometer o crime. Dentre eles, um foragido do Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM). 

Conforme a autoridade policial, o bando foi interceptado por volta das 6h30, no momento em que tentava roubar uma residência em um condomínio localizado na avenida Efigênio Salles, bairro Aleixo, zona centro-sul da capital. O foragido do CDPM Michel Santos de Oliveira, 38; a prima de Michel, Juliane Flávia Santos dos Santos, 23; a mãe da jovem e tia do infrator, Iris Santos dos Santos, 51, e Michael da Silva de Oliveira, 22, foram apresentados por envolvimento na tentativa de roubo.
 
 

Durante a coletiva de imprensa, Felix informou que Michel, Juliane e Iris estão envolvidos em roubo ocorrido no dia 30 de maio deste ano, por volta das 7h30, à residência de um empresário em um condomínio de luxo na avenida Mário Ypiranga Monteiro, bairro Adrianópolis, zona centro-sul. Do imóvel, Michel subtraiu R$ 10 mil em espécie, cinco relógios e um cordão de ouro. Dois relógios que foram levados no ato criminoso foram recuperados no momento das prisões dos infratores. 

Felix afirmou, ainda, que o trio estava sendo investigado por roubo em outro condomínio residencial na capital, localizado no bairro Dom Pedro, zona centro-oeste. A autoridade policial ressaltou que Michael não teve participação nos outros roubos cometidos por Michel, Juliane e Iris.

 
Delegado Adriano Felix

O delegado ressaltou que a equipe de investigação da Derfd chegou até os infratores após receber informações do setor de inteligência da especializada. Em ato contínuo, os policiais civis da Derfd foram até o condomínio onde os infratores pretendiam realizar mais um delito e efetuaram as prisões deles. “Michel tinha como alvo residências de alto padrão, que ficam próximas ao muro que dá acesso à parte externa dos condomínios. De madrugada, por volta das 3h, ele entrava sozinho nas residências, enquanto Juliane e Iris ficavam na parte externa do conjunto habitacional, aguardando no interior de um veículo usado na fuga. Elas também davam apoio observando a presença de viaturas da polícia nos lugares, para alertarem Michel por telefone”, explicou Felix. 
 

Como agiam os criminosos - Ainda de acordo com o delegado, Michel rendia as vítimas no momento que elas acordavam, entre 6h e 7h. Durante a ação criminosa o foragido do CDPM mencionava que outros infratores estariam na parte externa da residência, rendendo seguranças do condomínio, causando medo às vítimas. Em alguns casos ele chegou a amarrar e trancar os moradores em cômodos dos imóveis. Ele também buscava acesso a cofres para subtrair joias, dinheiro e objetos de valor das vítimas.
 

Em depoimento na especializada, Iris e Juliana disseram que recebiam R$ 100 por cada ação criminosa que participavam. A informação foi confirmada por Michel. Felix ressaltou que Michel vendia os bens subtraídos das vítimas e utilizava o dinheiro para comprar entorpecentes, pagar dívidas relacionadas ao tráfico de drogas e se hospedar em motéis de luxo na capital. 
 

O titular da Derfd afirmou que durante a ação policial foi apreendido com o bando o veículo utilizado nas ações criminosas, modelo Gol, da montadora Volkswagen, de cor preta e placas JWS-2602. 
 
Reincidente

Em consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), a equipe de investigação da Derfd verificou que Michel possui extensa ficha criminal. Além de ser foragido do CDPM, ele já tinha passagem pela polícia por roubo e furto.

Iris, Juliane, Michel e Michael foram autuados em flagrante por roubo tentado e associação criminosa.  Iris, Juliane e Michel serão indiciados, ainda, por roubo majorado e associação criminosa. Felix enfatizou que já representou à Justiça o pedido de prisão preventiva em nome dos infratores.

O bando será levado para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul de Manaus.  Após a Audiência de Custódia, Michel será reconduzido ao CDPM, no quilômetro oito da rodovia federal BR-174, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

 

Fonte: PCAM

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »