26/06/2018 às 12h09min - Atualizada em 26/06/2018 às 12h09min

Princesa japonesa Ayako anuncia que vai deixar família real para se casar com plebeu

De acordo com as leis imperiais japonesas, a princesa deve deixar a família real ao casar com Moriya.

POOL / REUTERS
A princesa japonesa Ayako anunciou nesta terça-feira que renunciará à realeza para se casar com um plebeu. Ela é a segunda mulher da família real do país asiático a abrir mão do título. O casal noivará no dia 12 de agosto, e o casamento está marcado para o dia 29 de outubro. A agência da Casa Imperial do Japão, em um comunicado, divulgou a identidade do homem que casará com a filha mais nova do falecido príncipe Takamodo: Kei Moriya, funcionário da empresa de navegação NYK Line.

Ayako, mestre em Serviço Social, foi apresentada ao namorado pela mãe, a princesa Takamodo, em dezembro, de acordo com um comunicado divulgado pela Casa Imperial do Japão. A mãe da princesa conheceu os pais do namorado da filha em um trabalho de divulgação de uma ONG local e os apresentou por achar que a princesa se interessaria por atividades globais de assistência social. O casal logo encontrou diversas outras coisas em comum.

 

De acordo com as leis imperiais japonesas, a princesa deve deixar a família real ao casar com Moriya. Contudo, ela receberá um pagamento de um bônus de cerca de US$ 1 milhão.

Filha de um primo do imperador Akihito, Ayako não é a primeira da realeza japonesa a anunciar que vai casar com um plebeu. A filha mais velha do imperador também anunciou que abriria mão do status real para se casar, porém adiou o matrimônio, que estava previsto para novembro deste ano. O casamento será daqui a dois anos em função da "preparação insuficiente" dos noivos, segundo a agência imperial.

Extra

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »