28/04/2020 às 10h56min - Atualizada em 28/04/2020 às 10h56min

Com queda de mais de 60% de doadores, estoque de sangue do Hemoam atinge níveis críticos

Secom
Divulgação/Hemoam
Com o estoque de sangue em níveis críticos, a Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Estado do Amazonas (Hemoam) convoca com urgência doadores de todos os tipos sanguíneos para doações voluntárias. A redução de pelo menos 60% dos doadores está afetando os estoques e já ameaça a realização de cirurgias eletivas. O alerta é ainda maior para o tipo sanguíneo O+, ao qual corresponde a maior parte da demanda diária.

O comparecimento na instituição caiu de 257 doadores/dia, no início de março, para pouco mais de 100 doadores/dia, na segunda quinzena de abril.

“A demanda por transfusão de sangue não diminuiu durante essa pandemia, por isso a conta não está batendo, e poderá faltar sangue para as cirurgias eletivas”, alertou a hemoterapeuta e chefe do Departamento do Ciclo do Sangue, Socorro Viga.

Só no mês passado, o Hemoam distribuiu mais de  7 mil componentes do sangue: hemácias, plaquetas, crioprecipitado e plasma. Esses componentes atenderam a todas as 27 unidades de saúde pública e privada da capital e mais 43 cidades do interior, desde Iranduba, mais próxima de Manaus, à distância de 27 quilômetros, até o Hospital de Guarnição de Tabatinga, município do Alto Solimões, distante 1.108 quilômetros da capital.

Como doar sangue – Para ser doador, é preciso ter entre 16 e 60 anos, pesar mais de 50 quilos e estar com boa saúde. Menores de 18 anos só podem doar com a presença dos pais ou responsável legal. É preciso estar bem alimentado e portar documento de identidade com foto.

As doações podem ser realizadas de segunda a sábado, das 7h às 18h, na sede do Hemoam, na avenida Constantino Nery, 4.397, Chapada, zona centro-sul da capital; a unidade de coleta da Maternidade Ana Braga, na zona leste está temporariamente fechada em virtude da pandemia.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »