23/04/2020 às 20h48min - Atualizada em 23/04/2020 às 20h48min

Companhias aéreas chinesas oferecem passagens por US$ 11 para atrair viajantes

CNN Brasil
Foto: AFP/Getty Images
De ofertas de passagens aéreas pelo preço de frutas e legumes até descontos para passagens com múltiplos destinos. As companhias aéreas chinesas estão fazendo uma série de acordos para atrair viajantes no período que antecede o Dia do Trabalho – o primeiro grande feriado desde que o país parou devido à COVID-19. 

Registrando uma perda de US$ 5,6 bilhões no primeiro trimestre de 2020, de acordo com a Administração de Aviação Civil da China, o setor de aviação do país está dando seus primeiros saltos em direção à recuperação, à medida que as regras de isolamento social vão diminuindo. 

"Com a política do governo de reiniciar o trabalho e a indústria, os voos domésticos estão retomando lentamente e o mercado de aviação civil da China está começando a esquentar novamente", disse à CNN Travel um analista da VariFlight, empresa de serviços de dados de aviação sediada na China. 

"Por outro lado, devido à disseminação em larga escala do vírus no exterior, bem como às restrições de voos internacionais, as rotas internacionais ainda mostram uma tendência de queda. A recuperação de rotas internacionais pode exigir mais tempo". 

Segundo os dados da VariFlight, as operações aéreas na China continental despencaram mais de 80% entre o final de janeiro e fevereiro.

Retomando rotas antigas e adicionando novos voos

Os voos domésticos começaram a se recuperar em meados de fevereiro e a partir desta semana subiram para quase metade, dos índices normais, antes da COVID-19. 

Como mais um sinal da recuperação do mercado, as transportadoras regionais, incluindo Guizhou Airlines, Air Guilin e Hainan Airlines, estão adicionando novas rotas domésticas para o verão e outono, antecipando a demanda de passageiros.

Por enquanto, as companhias aéreas estão focadas no feriado do Dia do Trabalho, de 1º a 5 de maio.

Algumas companhias aéreas estão oferecendo acordos extravagantes – chamados de "preço de banana" pela mídia local por serem tão baratos quanto frutas e legumes – em rotas domésticas para atrair aviadores. Por exemplo, a filial de Xinjiang da China Southern Airlines oferece várias rotas a apenas 10% a 20% de seus preços originais.

Uma pesquisa na Fliggy, uma das principais plataformas de reservas de viagens online da China, indica que uma passagem de Pequim para Yantai na província de Shandong (cerca de 700 quilômetros de distância) em junho custa apenas US$ 11 – cerca de 90% mais barato que o preço normal. 

De acordo com o site estatal de notícias financeiras STCN.com, a Shenzhen Airlines ofereceu voos de Shenzhen para Chengdu por um impressionante valor de US$ 0,70 no início de março. Enquanto isso, a Shandong Airlines lançou uma campanha em abril, vendendo 20.000 "Caixas Mágicas" por US$ 28 cada.

Diferentemente de um voucher normal, essas caixas mágicas só podem ser desbloqueadas durante dois períodos específicos durante o quarto trimestre deste ano, e podem ser trocadas por tickets domésticos a qualquer preço.

Menos enigmáticos, mas também econômicos, as companhias West Air e a Urumqi Air estão oferecendo bilhetes para comprar um e obter outro de graça, enquanto as rivais Air Changan e a Hainan Airlines estão vendendo vários pacotes de voos.

O pacote familiar da Air Changan por US$ 680, por exemplo, permite que uma família de três a cinco membros viaje 12 vezes por ano.

Pacotes de voos anti-coronavírs

Embora a aviação esteja melhorando, a pandemia de COVID-19 teve um impacto duradouro na maneira como as companhias aéreas estão vendendo assentos, com as transportadoras tentando oferecer tranquilidade aos viajantes.

Por exemplo, a China Express oferece opções de vários lugares para passageiros desde fevereiro. Com esses acordos, os clientes recebem seis assentos vazios pelo preço de um único assento da classe econômica, garantindo que eles possam manter distância de outros passageiros. 

O preço do bilhete inclui seguro específico para o coronavírus e um pacote antivírus com máscaras faciais e lenços umedecidos antibacterianos. 

A Xiamen Airlines, a China Eastern e a West Air também estão vendendo assentos extras com desconto para os passageiros. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »