01/04/2020 às 14h13min - Atualizada em 01/04/2020 às 14h13min

Cema chama usuários cadastrados no Ceaf para retirar medicamentos

Central orienta usuários idosos e portadores de doenças crônicas a ficar em casa e mandar procuradores para efetuar retirada

Secom
FOTO: Divulgação/Susam
A Central de Medicamentos do Amazonas (Cema) convoca os usuários cadastrados no Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (Ceaf) a comparecerem ao órgão para a retirada  de seus medicamentos.

Por serem a maioria dos usuários do Ceaf pacientes com doenças crônicas, os medicamentos estão sendo dispensados em quantidades suficientes para três meses, a depender da disponibilidade em estoque. De acordo com o coordenador da Cema, Rafael Poloni, a maioria dos medicamentos está com estoque suficiente para o atendimento de três meses.

Algumas recomendações são importantes como medida de prevenção ao novo coronavírus. A principal é que os usuários idosos e portadores de doenças crônicas que recebem medicamentos fiquem em casa e mandem seus procuradores munidos de documentação para retirar os medicamentos na Cema ou nas  farmácias das unidades onde eles são atendidos.

“Este representante deve estar munido do seu documento de identificação com cópia e trazer a receita médica do paciente”, informa a gerente farmacêutica do Ceaf, Herbenya Silva Peixoto.

A gerente ressalta que, se o medicamento for de armazenamento em geladeira, a pessoa que for resgatá-lo deve levar um recipiente térmico com gelo, em tamanho adequado, para receber o quantitativo de medicamentos a ser dispensado.

O Ceaf funciona das 7h30 às 17h, de segunda a sexta-feira. Em razão da pandemia do novo coronavírus, é permitida a entrada na área de entrega de medicamentos de até 40 usuários por vez. Os demais devem aguardar na parte de fora, atentando para as recomendações de distanciamento e de cuidado com a higiene e etiqueta respiratória.

“Pedimos a colaboração de todos quanto ao cumprimento das normas sanitárias vigentes neste momento”, ressalta Herbenya.

Rafael Poloni destaca que o atendimento continua normalmente para os usuários que recebem medicamentos e produtos para a saúde na Cema, apesar das restrições para evitar aglomeração de pessoas.

“A gente continua o atendimento normalmente dos pacientes, mas pedimos a consideração. Aos pacientes mais debilitados, a gente pede para ficarem em casa e mandarem seus representantes pegar o medicamento na Cema para evitar qualquer forma de contaminação”, recomenda.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »