19/12/2019 às 18h43min - Atualizada em 19/12/2019 às 18h43min

'Não vou admitir acusações contra o meu batalhão', diz Alberto Neto sobre declarações de Arthur Neto

Foto: Divulgação
O deputado federal Capitão Alberto Neto (Republicanos/AM) repudiou as acusações infundadas do prefeito de Manaus Arthur Neto que, durante entrevista a uma rádio local, afirmou que policiais da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) mataram “garotinhos” para defender integrantes da facção criminosa Família do Norte.

Indignado como as declarações infundadas do prefeito, o deputado fez uma live em suas redes sociais onde rebateu as ofensas. Durante sua atuação na Polícia Militar do Amazonas, Alberto Neto foi lotado no Batalhão da Rocam, onde atuou no combate ao tráfico de drogas e à criminalidade.

“Eu fui policial da Rocam. Só naquela localidade onde os traficantes foram mortos, eu prendi diversos traficantes, prendi traficantes mais perigosos da cidade naquele local. Imagina você, como policial militar, chegar no local estreito, cheio de bens, e ser recebido a tiros, disse.

O deputado enfatizou que o prefeito levantou calúnias contra os policiais militares da Rocam, que tem admiração da população amazonense e que trabalhar para frear as facções criminosas. Alberto Neto disse que os heróis que, mesmo sem condições de trabalho e efetivo reduzido, Manaus e o Amazonas estariam entregues ao crime.

“Prefeito, espero que senhor volte atrás nas suas palavras. Eu trabalhei na Rocam, eu sei o que estou falando, eu vesti aquela farda e não vou admitir acusações conta o meu batalhão. De polícia e segurança pública o senhor não entende nada. Respeite a minha Rocam, declarou.

Capitão pediu promoção dos PMs

O deputado enviou ofício ao governador do Amazonas Wilson Lima solicitando a imediata promoção dos policiais militares que atuaram na intervenção que resultou na morte de 17 bandidos na madrugada de quarta-feira (30). A ação policial foi realizada na zona sul de Manaus, após denúncia sobre confronto entre facções criminosas rivais. 

Os policiais que atuaram no confronto fazem parte dos Batalhões da Rocam e da Força Tática. O parlamentar amazonense parabenizou os guerreiros que interceptaram bandidos da Família do Norte (FDN) que tentavam invadir o beco JB Silva, no bairro Crespo, dominado por criminosos do Comando Vermelho (CV).

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »