05/12/2019 às 11h52min - Atualizada em 05/12/2019 às 11h52min

Polícia Civil deflagra operação ‘Ouro de Tolo’, no bairro Centro

SECOM
Divulgação/PC-AM
Policiais civis do 24º Distrito Integrado de Polícia (DIP) deflagraram na manhã de quarta-feira (4/12), por volta das 7h, a operação “Ouro de Tolo”, que culminou na prisão em flagrante de Rafael Rodrigues da Silva, 34. Com ele foi apreendida grande quantidade de objetos de ouro e prata, sem procedência comprovada, uma caixa com materiais odontológicos, avaliados em cerca de R$ 20 mil, duas armas de fogo, calibres 380, mais de 30 munições de calibres 380 e 38, quatro aparelhos celulares, um notebook, dois pendrives, uma faca e um taco de beisebol. A prisão ocorreu no bairro Centro, zona sul de Manaus.

De acordo com Marcelo Martins, titular do 24º DIP, a ação policial teve o objetivo de reprimir o crime de receptação qualificada, que estava acontecendo nos últimos meses no bairro e zona mencionados. O delegado destacou que a operação foi deflagrada em conjunto com o Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), o Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), e os 1º, 2º, 3º e 7º Distritos Integrados de Polícia (DIPs), que compõem a 1ª Seccional Sul.


“A ação policial aconteceu em virtude a cumprimentos de mandado de busca e apreensão em dez salas de um prédio comercial, situado no bairro Centro. Ressalto que representei à Justiça o pedido de busca e apreensão no local, após um longo processo investigativo, que apontou Rafael como receptador de cordões e outros objetos de ouro e prata, que eram subtraídos por criminosos durante roubos e repassados a ele,” esclareceu Martins.

Prisão – Conforme o titular do 24º DIP, durante as diligências, o infrator e os materiais apreendidos foram encontrados em uma das salas comerciais, que funciona como joalheria.

“Ao ser questionado sobre a procedência dos materiais, ele não apresentou nenhuma documentação que comprovasse a regularidade dos objetos. As armas e o taco de beisebol eram utilizados para intimidar as vítimas,” disse o delegado.


FOTO: Divulgação/PC-AM

Procedimentos – Rafael foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, receptação qualificada e uso de ouro sem comprovação de origem. Ao término dos procedimentos cabíveis, o homem será levado para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul de Manaus.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »