14/08/2018 às 15h27min - Atualizada em 14/08/2018 às 15h27min

Ação conjunta prende autores de roubo ocorrido no bairro Jorge Teixeira

O crime aconteceu no dia 6 de agosto deste ano, por volta das 5h30, na rua Irene Maciel, Comunidade Valparaíso

PC-AM
PC-AM
A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado Torquato Mozer, plantonista do 30º Distrito Integrado de Polícia (DIP), falou na manhã desta terça-feira (14/8), durante coletiva de imprensa realizada às 11h, no prédio daquela delegacia, sobre o resultado de ação policial deflagrada na noite de segunda-feira (13/8), que culminou nas prisões de Higor Alves Castelo Branco, 19, conhecido como “Vovozona”, e Luan Barbosa Teles, 19, o “Neném”, em cumprimento a mandados de prisão por roubo majorado.

De acordo com o delegado, a dupla é autora de roubo a um micro-ônibus que fazia rota dos trabalhadores de uma empresa do Pólo Industrial de Manaus (PIM). O crime aconteceu no dia 6 de agosto deste ano, por volta das 5h30, na rua Irene Maciel, Comunidade Valparaíso, quarta etapa do bairro Jorge Teixeira, zona leste da cidade.

 

A autoridade policial explicou que a ação, que resultou nas prisões dos dois infratores, foi deflagrada por policiais civis lotados no plantão do 30º DIP, com o apoio de policiais militares da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). Os trabalhos foram iniciados por volta das 19h, simultaneamente, em pontos distintos da rua Araruana, bairro Jorge Teixeira. Ambos foram presos em via pública.
 

O comandante da 30ª Cicom, capitão Alisson Henriques, acompanhou a coletiva e falou sobre a integração com a Polícia Civil para elucidar esse caso. “Nós estávamos acompanhando essa ocorrência. Toda vez que ocorre algo ilícito, entramos em contato com as vítimas para que elas venham aqui no 30º DIP. O delegado Torquato Mozer recebeu o caso e comandou as investigações. Nós demos todo apoio. Acompanhamos as diligências e, ontem, conseguimos realizar as prisões desses dois indivíduos. Não houve reação de nenhum deles”, pontuou.
 

Investigação - Conforme Torquato Mozer, na ocasião do delito, os dois indivíduos, em posse de uma arma de fogo, pararam o veículo e roubaram todos os pertences dos ocupantes do micro-ônibus. Após o crime, as vítimas foram até o 30º DIP formalizar a ocorrência. Durante as diligências, os policiais civis conseguiram identificar os autores do delito e, após a identificação dos envolvidos, o plantonista da unidade policial representou junto à Justiça os mandados de prisão em nome dos dois infratores.

Durante a ação policial, com a dupla foram apreendidos dois rádios comunicadores. Na residência de Luan, situada na quarta etapa do bairro Jorge Teixeira, as equipes encontraram uma tornozeleira eletrônica que era utilizada pelo infrator, que estava cumprindo pena no regime semiaberto por roubo. O objeto foi encontrado dentro de um armário no imóvel.

 

Fotos:  Erlon Rodrigues / Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do Estado do Amazonas.

“No decorrer das diligências, percebemos que Luan utilizava tornozeleira eletrônica, então passamos a fazer o monitoramento do indivíduo. O que nos chamou atenção foi o fato do objeto não apresentar nenhum movimento. Então descobrimos, no momento em que ele foi abordado em via pública, que Luan não estava com a tornozeleira. O objeto havia sido deixado em um armário na casa dele”, declarou o delegado.

Mozer informou que a dupla é investigada pela autoria de outros roubos a rotas de empresas do PIM. A autoridade policial pede que, caso a dupla seja reconhecida como autora de roubos com as mesmas características, as vítimas compareçam no 30º DIP para formalizarem a denúncia.

Outras crimes – Torquato Mozer destacou, ainda, que a dupla é suspeita de envolvimento na morte do estudante do Ensino Médio Kayube de Carvalho Oliveira, no dia 5 de agosto deste ano, na rua Paranacaxi, Comunidade Valparaíso, quarta etapa do bairro Jorge Teixeira. Na ocasião, Kayube foi confundido por um mototaxista como autor de roubo e, em seguida, o estudante foi agredido até a morte, com pauladas e pedradas, além de ser atingido com golpes desferidos com capacetes. A vítima tinha 16 anos.

“As investigações apontam que provavelmente os dois infratores tenham participação nesse homicídio. Eles foram conduzidos à DEHS, onde será apurado o envolvimento de ambos no delito”, pontuou Mozer.

Indiciamento - Higor e Luan foram indiciados por roubo majorado. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, a dupla será levada ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá ficar à disposição da Justiça.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »