17/09/2019 às 17h19min - Atualizada em 18/09/2019 às 13h00min

A origem do som automotivo e a evolução tecnológica do segmento

No século passado, especificamente em 1920 surgia a primeira emissora de rádio profissional nos Estados Unidos e em 1923 no Brasil.

DINO
https://www.nhsom.com.br/sistemas-sonorizacao.html
Foto: Reprodução

No século passado, especificamente em 1920 surgia a primeira emissora de rádio profissional nos Estados Unidos e em 1923 no Brasil. Com o surgimento da emissora de rádio havia de ser inventado um aparelho que tivesse a função de ouvir as transmissões de rádio e assim foi feito. Entretanto, os rádios eram enormes e nada portáteis, cheios de válvulas que esquentavam tudo a sua volta e só podiam ser utilizados em casa. Desta forma, eram completamente inviáveis de serem utilizados em automóveis, já que estes eram compactos em relação a uma residência.

Com o surgimento do aparelho de rádio para residências e com o avanço da tecnologia, que sempre visou desde os primórdios, ocupar o menor espaço possível e oferecer a maior funcionalidade possível, surgiu o primeiro rádio destinado aos automóveis, em 1930, fabricado pela tão conhecida Motorola. Levou-se em conta também neste momento que os rádios tiveram que evoluir o suficiente para ter um menor consumo de energia, diferentes dos níveis exigidos para o funcionamento deles em uma casa, e assim puderam ser utilizados em automóveis. A Motorola inovou consideravelmente o mercado de eletrônicos.

 

Isso mesmo, não é um engano, o som automotivo só tocava rádio naquela época. Nada de fitas K7, CDs, Pen Drives, Cartões SD e muito menos DVD Players. E quanto a acessórios e intensificadores de potência, nada de controle remoto, caixa de som automotiva , mid-ranges, tweeter, coaxial, woofer ou subwoofer. Todas estas nomenclaturas e especificações eram inexistentes naquela época.
 

Só 18 anos após o lançamento do primeiro rádio para automóveis é que as empresas fabricantes de carros começaram a lançar seus veículos, apenas os mais caros e nobres, tendo o auto rádio como opcional. Com o avanço da tecnologia, após tantos anos desde o surgimento do primeiro rádio, na década de 60, foi lançado o primeiro toca-fitas. Em 1982 o CD entrou no mercado, lançado pela Philips e pela Sony juntas e apenas dois anos mais tarde a Pioneer ingressou no mercado com a mesma linha de aparelhos.
 

Depois disso os avanços tecnológicos tiveram evoluções imensamente mais rápidas e hoje já existem no mercado os sons automotivos com entradas auxiliares para ipod, leitores do formato MP3 e Cartão SD, além de entradas para Pen Drive e controle remoto. É a tecnologia presente e atuante no nosso dia a dia.

Aos aficionados por som automotivo, esta foi uma breve história do surgimento deste aparelho, hoje, considerado quase que um item indispensável a um automóvel.



 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »