17/09/2019 às 16h56min - Atualizada em 17/09/2019 às 16h56min

DERFV desarticula quadrilha especializada em venda fraudulenta de veículos e recupera 73 carros

SECOM
ERLON CHAVES/PC-AM
A Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV), da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), deflagrou a “Operação Quimera”, que resultou na recuperação de 73 veículos e no cumprimento de mandado de prisão preventiva de três pessoas: Isaac Correa Barbosa, 32, Mauro Charlisson Nascimento Felipe, 18, e Ruan Silva Vital, 18, por associação criminosa e estelionato. O trio estava sendo investigado por envolvimento em um esquema criminoso que movimentou mais de R$ 6 milhões.

Conforme o titular da DERFV, delegado Cícero Túlio, os três infratores foram presos na segunda-feira (16/09), nas zonas centro-oeste e sul da capital. Os indivíduos são integrantes de uma quadrilha que criou uma empresa de fachada e, por meio dela, alugou mais de cem carros de uma locadora. Depois de alugar os veículos, eles vendiam os automóveis.


"Eles criaram uma empresa de fachada para conseguirem um contrato junto a essas locadoras, afirmando que utilizariam esses veículos para a empresa. Acontece que eles revendiam esses veículos para terceiros", explicou Cícero Túlio.

O secretário de Segurança Pública do Amazonas, coronel Louismar Bonates, orienta que as pessoas que compraram veículos desses infratores procurem a delegacia imediatamente.


"Ainda tem muito veículo nas mãos de pessoas que compraram de boa fé. Eu quero pedir a essas pessoas que, ao tomarem conhecimento deste fato, procurem a Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos para que devolvam e venham conhecer a realidade desse problema, porque se não, passarão a fazer parte dessa quadrilha como receptadores", explicou.


O grupo realizava as transações sem consultar o perfil financeiro das vítimas, que passavam a acreditar que eram, de fato, proprietárias dos veículos. Além disso, alguns carros foram encaminhados para os Estados de Roraima e da Bahia.

Outros dois integrantes da organização criminosa, identificados como Francisco Silva Filho, considerado o mentor do esquema, e Gabriel Ferreira Souza Marques, estão foragidos. A quadrilha obteve, ainda, um empréstimo de R$ 100 mil, oriundo de uma facção criminosa atuante na capital. O dinheiro foi utilizado pelo grupo para viabilizar o pagamento caução do aluguel dos veículos.


Ainda conforme a autoridade policial, os infratores repassaram alguns carros para integrantes da facção criminosa, como forma de quitação do empréstimo. Esses veículos passaram a ser utilizados na realização de diversos crimes, como roubos, tráfico de drogas e até homicídios.


FOTOS: ERLON CHAVES/PC-AM

Indiciamentos – Isaac, Mauro e Ruan foram indiciados por associação criminosa e estelionato. Ao término dos procedimentos cabíveis na Especializada, eles serão conduzidos ao Centro de Detenção Provisória Masculino (DCPM), onde irão permanecer à disposição da Justiça.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »