20/05/2019 às 17h10min - Atualizada em 21/05/2019 às 00h00min

No Dia do Desafio, Ivaldo Bertazzo lembra a importância do movimento para a longevidade saudável

Criado em 1995, o Dia do Desafio propõem que façamos qualquer tipo de exercício físico por pelo menos 15 minutos, fazendo desta ação um hábito diário

DINO
http://metodobertazzo.com
Ivaldo Bertazzo, criador da Escola do Movimento - Método Bertazzo


Criado no começo da década de 1980 no Canadá, o Dia do Desafio se consolidou e espalhou-se por todo o mundo, em uma iniciativa apoiada pela International Sport and Culture Association (ISCA) e promovida pela TAFISA e UNESCO. No Brasil, o Dia do Desafio foi realizado pela primeira vez em 1995 e é celebrado anualmente na última quarta-feira do mês de maio - que em 2019 cai no dia 29.
 

O especialista Ivaldo Bertazzo aproveita a data para relembrar a importância do movimento para o bem-estar e longevidade do corpo. O corpo e o movimento se manifestam sob a regência dos sentidos, mas nos caminhos do crescimento do ser humano podem ocorrer lacunas psicomotoras.

Portanto, criar bases fortes para os primeiros passos e facilitar o aprendizado da escrita, na primeira infância, e dar estrutura para que o corpo comporte as transformações da puberdade é antecipar os estímulos para criar bases no corpo para uma nova aquisição motora e neurológica.

O envelhecimento também é uma fase de transformação, é preciso bases e estrutura corporal para viver bem a velhice. A psicomotricidade prepara para enfrentar déficits que com o tempo ocorrem no corpo e no sistema nervoso. É possível deixar o corpo pronto para responder bem ao tempo antes que o cérebro envelheça.

 

"Precisamos estar um passo à frente. Se oferecermos maneiras de despertar a percepção do bebê, da criança, do adolescente, colocando em ação os sentidos, acompanhando seus passos no processo de crescimento, eles, sem dúvida, terão mais ferramentas para se tornarem adultos mais maduros e saudáveis", diz Bertazzo.

Autor dos livros Cérebro Ativo, Corpo Vivo e Fases da Vida, criador do Método Bertazzo, o educador e terapeuta corporal promove o trânsito entre a postura e o movimento, a reeducação do movimento do corpo em suas atividades cotidianas, colaborando na passagem entre a emoção e ação.

 

Em sua escola, Ivaldo aplica o método em aulas regulares, que proporcionam melhora postural e funcional, a partir de um novo sentido de organização do corpo. Através da introdução e incorporação destes exercícios no cotidiano, os controles do corpo são despertados, trazendo agilidade e vigor aos gestos.

Nestas aulas o corpo do aluno aprende ou reaprende a ter ritmo, articulação de movimentos, equilíbrio, respiração, força e elasticidade, componentes essenciais para a saúde através de expressões fundamentais para nossa vida, como andar, correr, subir e descer, abaixar, levantar, rolar, girar, pegar, sustentar, manusear, conter, lançar e até abrir um vidro de conserva.

 

O Dia do Desafio tem como principal objetivo motivar a população à prática de atividades físicas, seja para melhorar a saúde física como também a mental. A proposta é que cada pessoa faça qualquer tipo de exercício físico por pelo menos 15 minutos, fazendo desta ação um hábito diário.
 

Ivaldo Bertazzo nos alerta que o corpo é uma antena e precisa estar sincronizado nas melhores frequências: "A fragilização dos impulsos vitais que chamamos também de envelhecimento muitas vezes se agravam porque nos afastamos dos nossos originais, aqueles que nos colocaram de pé, na vertical, bípedes. Se preparar para a velhice é cuidar que no corpo e na mente não se apaguem estes gestos motores. Estamos vivendo muito mais mas também precisamos viver bem. Isso significa estar um passo à frente", finaliza.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »