08/05/2019 às 14h09min - Atualizada em 09/05/2019 às 00h03min

5 sinais que é hora de trocar os pneus: veja tudo que precisa saber

Você sabe dizer quando é a hora de trocar os pneus do seu carro? Talvez ainda não seja necessário comprar um novo jogo, mas pode ser que suas rodas já estejam no fim das respectivas vidas úteis.

DINO - https://casagrandeautoshopping.com.br


Você sabe dizer quando é a hora de trocar os pneus do seu carro Talvez ainda não seja necessário comprar um novo jogo, mas pode ser que suas rodas já estejam no fim das respectivas vidas úteis.

Andar por aí com pneus desgastados é um grande risco de acidentes. Não é à toa que andar com o pneu careca ou em mau estado gera multa grave na CNH, não é mesmo?

Mas você sabe identificar o momento ideal para trocar os pneus? Se não sabe, estamos aqui para ajudá-lo. Confira a seguir 5 sinais de que é hora de trocar os pneus do seu carro.

 

1) Fique de olho no marcador TWI para saber a hora de trocar os pneus

Você sabe o que é o marcador TWI? Ele é um indicador de desgaste que está presente em todos os pneus.

Em alguns casos, ele é apresentado pelas letras TWI (Tread Wear Indicator ou Indicador de Desgaste do Pneu em tradução livre). Já em outros casos, ele é representado por um triângulo desenhado nos sulcos do pneu.

O indicador tem uma função simples: no momento em que o desgaste do pneu chegar até a marca, é hora de trocá-lo.

Por isso, fique de olho nos pneus para verificar se eles já chegaram no indicador TWI ou não.

 

2) Inspecione o pneu para saber se a vida útil dele já acabou

É muito difícil saber quando a vida útil de um pneu já terminou. Uma das maneiras de fazer essa verificação é com o indicador TWI, como já vimos. Mas ele mede apenas o desgaste, e existem outros elementos em jogo.

Dependendo do uso, das condições das estradas, da maneira como se dirige e do balanceamento do carro, um pneu pode ter uma maior ou menor durabilidade.

O indicado é que, depois de 5 anos de uso, o motorista leve o carro para uma inspeção regular a fim de checar todos os elementos do pneu e garantir que ele ainda esteja em boas condições de uso ou se chegou o momento de trocá-lo.

3) Verifique se os pneus estão carecas para saber quando trocá-los

Este sinal provavelmente você já conhece, mas não custa recordar: se o pneu está careca, está na hora de trocá-lo.

Rodar com um pneu careca é muito perigoso. Neste estado, o pneu compromete a aderência do carro ao solo e, consequentemente, o sistema de frenagem do veículo fica comprometido (o que é um risco enorme), bem como a estabilidade do automóvel.

Assim sendo, andar com os pneus carecas é considerada infração grave no Código de Trânsito Brasileiro. E o pior: a infração é cometida por cada pneu que estiver neste estado, ou seja: se você estiver com o jogo inteiro comprometido levará 4 multas, 4 vezes o número de pontos e demais sanções previstas na lei.

 

4) Procure por marcas de deformação ou fragilidade nos pneus

Lembra que nós dissemos que o pneu pode ser afetado de muitas maneiras, dependendo de como o motorista dirige, se o carro está bem alinhado e até mesmo das estradas por onde ele passa?

Pois bem, todas essas questões podem criar deformações específicas nos pneus, aumentando sua fragilidade em certos lugares.

Imagine, por exemplo, que o pneu não foi bem calibrado e está com pouca pressão. Por causa disso, as partes laterais da roda acabam cedendo e a parte central perde contato com o solo.

Na prática, isso significa que o desgaste fica desproporcional: nas laterais, o pneu está muito desgastado; no centro, pouco desgastado.

Este é um exemplo de deformidade que indica que chegou o momento de trocar os pneus. Outro caso muito comum é quando o veículo fica estacionado ao ar livre por horas, já que a luz solar bate mais em um ou dois pneus do que nos outros. Em virtude disso, um pneu pode ficar deformado pelo calor, enquanto os outros não.

 

5) Verifique se o pneu está com bolhas ou inchaços

Por fim, fique de olho no pneu do seu veículo para detectar algumas deformações muito específicas, como bolhas ou inchaços.

Essa situação acontece quando o quadro interno da peça racha por algum motivo, seja um buraco na estrada ou mau uso por parte do motorista.

Por causa disso, a pressão escapa do quadro interno e vai para a camada externa do pneu, que é mais flexível, causando uma bolha ou um inchaço de tamanho variável no pneu.

Rodar com a peça nessas condições é muito perigoso. Além de diminuir a precisão do motorista e prejudicar a qualidade da condução, um pneu neste estado pode até mesmo explodir e fazer com que o carro venha a capotar.

Como pudemos observar, existem muitos sinais de que é hora de trocar os pneus do carro. Basta ficar de olho nos sinais para saber o momento da troca e assim poder conduzir seu veículo, sempre com o máximo de segurança possível.

Se este artigo foi útil para você, compartilhe-o em suas redes sociais e marque aquele seu amigo motorista que nunca verifica os pneus, para que ele, dessa forma, aprenda a hora de trocá-los.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »