19/07/2018 às 17h38min - Atualizada em 19/07/2018 às 17h38min

'Doutor Bumbum' e mãe são presos pela PM dentro de centro empresarial na Barra

Ele foi preso junto com a mãe, Maria de Fátima Barros Furtado, por policiais do Serviço Reservado (P2) do 31º BPM (Barra da Tijuca)

Reprodução
O médico Denis Cesar Barros Furtado, conhecido como "Doutor Bumbum", foi preso na tarde desta quinta-feira dentro do centro comercial Barra Space Center, na Avenida das Américas, na Barra da Tijuca. Ele foi preso junto com a mãe, Maria de Fátima Barros Furtado, por policiais do Serviço Reservado (P2) do 31º BPM (Barra da Tijuca), a cerca de 7 Km do condomínio onde mora, também na Barra. Os dois são suspeitos de envolvimento no procedimento que causou a morte a bancária Lilian Calixto, de 46 anos, e estavam foragidos desde domingo. Denis e Maria de Fátima foram levados para a 16ª DP (Barra da Tijuca).

- Eles já haviam negociado a apresentação, que aconteceria às 16h. Agora eles serão ouvidos, recolhidos. Vou cumprir o mandado de prisão. Eles não vão para Benfica, ainda tem muita coisa a ser esclarecida. Foi um desfecho satisfatório. A Polícia Milita e a Polícia Civil deram uma resposta rápida - afirmou a delegada, que vai indiciá-los por homicídio qualificado e associação criminosa.

O "Doutor Bumbum" se pronunciou através de cinco vídeos publicados em seu perfil no Instagram, na tarde desta quinta-feira, antes de ser preso. Em seu relato, ele diz que é um mistério a causa da morte de Lilian Calixto e que as acusações de que ele não é médico e que não era habilitado para realizar o procedimento são "injustiças".

"Boa tarde senhores. Como todo mundo sabe, aconteceu uma fatalidade, mas uma fatalidade acontece com qualquer médico", disse o doutor Bumbum.

Imagens gravadas na garagem do Barra Space Center mostram o momento em que o médico e a mãe são presos e levados para a delagacia. Eles são acompanhados por policias civis da 16ª DP.

 

Os policiais militares chegaram ao médico após receberem informações do Disque-Denúncia. "Doutor Bumbum" e a mãe estavam no escritório do novo advogado dos dois, Marcus Cezar Braga. Mais cedo, policiais do 10º BPM (Barra do Piraí) tinham feito uma busca em Vassouras, no Sul Fluminense, atrás da dupla. Os agentes foram a uma fazenda e a um hotel na cidade, ambos de propriedade do empresário Carlos César Matoso Furtado, pai de Denis. Ele disse que o filho esteve na cidade na quarta-feira, dia 11. Os PMs tinham ainda a informação de que o médico teria comprado um Fiat Punto branco numa concessionária em Vassouras.

A namorada do "Dr. Bumbum", Renata Fernandes Cirne, de 19 anos, foi presa no domingo, após a morte da bancária. Ela foi transferida nesta quarta-feira (18) para o presídio de Benfica. Renata também é acusada de ter participado do procedimento que terminou com a morte de Lilian Calixto.

 

Nesta quinta-feira, o Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal (CRM-DF) cassou o registro do médico em um processo ético-profissional. A decisão ainda deve ser submetida ao Conselho Federal de Medicina (CRM), e cabe recurso. Em março de 2016, o “Doutor Bumbum” foi alvo de uma interdição cautelar para o exercício da profissão, a qual foi suspensa três meses depois pela Justiça. O CRM-DF informou que o processo é sigiloso e não deu detalhes sobre o caso. O médico também tem registro profissional no CRM de Goiás.

Extra

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »