19/03/2019 às 15h39min - Atualizada em 19/03/2019 às 15h39min

Industriário que manteve ex-companheira em cárcere privado é preso no bairro Tancredo Neves

Ela teve, ainda, os cabelos cortados com uma tesoura pelo ex-companheiro...

Secom
FOTO: Erlon Rodrigues
Delegada Marília Campello, titular da Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher - Anexo (DECCM-Anexo), falou na manhã desta terça-feira (19/3), durante coletiva de imprensa, sobre o cumprimento de mandado de prisão preventiva pelos crimes de cárcere privado e lesão corporal, em nome de um industriário de 31 anos.

De acordo com a autoridade policial, o indivíduo foi denunciado por um homem de 44 anos, pai da ex-companheira do industriário, uma adolescente de 16 anos. Campello ressaltou os crimes ocorreram no dia 10 de março deste ano, em uma casa situada na rua Presidente Figueiredo, invasão Nova Conquista, bairro Tancredo Neves, zona leste de Manaus.

“Na ocasião, o ex-casal, que havia terminado a relação há cerca de um mês, encontrou-se em uma festa naquele bairro e seguiu para a casa do industriário. Na residência, o infrator começou a agredir a vítima com socos no rosto e cortes na perna, utilizando uma faca de cozinha. Ela teve, ainda, os cabelos cortados com uma tesoura pelo ex-companheiro. A adolescente foi mantida em cárcere privado por dois dias e, durante esse tempo, ela foi agredida pelo industriário”, disse a delegada.

 

Marília Campello informou que o pai da vítima, em um momento de desespero, saiu em busca da adolescente e a encontrou no imóvel. Em ato contínuo, foi até a DECCM-Anexo formalizar a ocorrência. “Realizamos diligências no sentido de efetuar a prisão do infrator. No entanto, ele já havia empreendido fuga quando chegamos na residência. Em razão disso, representei à Justiça o pedido de prisão em nome do infrator”, esclareceu.
 

FOTO: Erlon Rodrigues 

Na delegacia, durante pesquisa no Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), a equipe da especializada constatou, em nome do infrator, a existência de dois Boletins de Ocorrência (BOs) por agressão.  O mandado de prisão preventiva em nome do industriário foi expedido no dia 12 de março deste ano, pela juíza Careen Aguiar Fernandes, no Plantão Criminal.

“O infrator foi preso pela nossa equipe na tarde de segunda-feira (18/3), por volta das 14h30, na empresa onde ele trabalhava, situada na primeira etapa do bairro Distrito Industrial, zona sul de Manaus. Conduzido à delegacia, ele foi indiciado por cárcere privado e lesão corporal. Ao término dos procedimentos cabíveis na DECCM-ANEXO, o industriário será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), localizado no quilômetro oito da rodovia federal BR-174, onde irá ficar à disposição da Justiça”, declarou Campello.   

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »