11/03/2019 às 18h18min - Atualizada em 11/03/2019 às 18h18min

Júlia Horta, Miss Brasil 2019, afirma: 'Quero ser uma embaixadora na luta pelas mulheres'

Mineira de 24 anos e jornalista, a vencedora da competição deu destaque a discursos feministas e explicou termos como sororidade

Extra
Reprodução
Júlia Horta, Miss Brasil 2019 eleita no último fim de semana, chamou atenção em seus discursos na cerimônia do prêmio Be Emotion no fim de semana. Mineira de 24 anos e jornalista, a vencedora da competição deu destaque a discursos feministas e explicou termos como sororidade (união e aliança entre mulheres) em seus depoimentos. Nesta segunda-feira, Júlia voltou ao tema e contou em seu perfil no Instagram que apoiar temas em prol das mulheres será um de seus focos após receber a coroa:

"Quero trabalhar muito a questão da bandeira que eu levantei: pretendo ser uma embaixadora na luita pelas mulheres. É o meu principal objetivo como Miss Brasil, inclusive".


A mineira, que também é apresentadora e influenciadora digital, foi eleita a mulher mais bonita do Brasil no sábado à noite, no concurso Miss Brasil Be Emotion 2019. Nas redes sociais, ela foi comparada à cantora Dua Lipa pela sua aparência. No concurso, a vice-campeã foi Luana Lobo, que tem a mesma idade da vencedora e é modelo.
 

Fotos: Reprodução

Além de abordar o foco em estudar e palestrar sobre os direitos das mulheres, Júlia ressaltou que vai se aperfeiçoar em detalhes técnicos para se preparar para o concurso de Miss Universo:

"A preparação tem que ser integral. Eu acredito que os pontos mais importantes são: Inglês — tenho o idioma fluente, mas quero fazer muita conversação; quero trabalhar mais a passarela para chegar bem imponente e conseguir atrair mais os olhares e a atenção das pessoas a cada vez que eu pisar".

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »