16/01/2019 às 09h53min - Atualizada em 16/01/2019 às 09h53min

Enquanto assistia filme pornô, tio abusava sexualmente de sua sobrinha de apenas 12 anos de idade, na Cidade Nova

A vítima relatou que o tio a assediava desde quando ela tinha cinco anos de idade, mas ela não tinha coragem de denunciá-lo

PC-AM
Foto: Reprodução
A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe da Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), sob o comando da delegada Elizabeth de Paula, titular da unidade policial, cumpriu na manhã desta terça-feira (15/1), por volta das 8h, mandado de busca e apreensão em nome de um jovem de 19 anos, por ato infracional análogo ao crime de estupro de vulnerável. O infrator foi apreendido na casa onde morava, situada na rua Baltazar da Rocha, segunda etapa do bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus. 

De acordo com a autoridade policial, o delito aconteceu em 2016. Na época, o jovem tinha 16 anos e obrigou a sobrinha de 12 anos a praticar sexo oral nele, no momento em que ele assistia vídeos de teor sexual. Ouvida em termo de declaração, a vítima relatou que o tio a assediava desde quando ela tinha cinco anos de idade, mas ela não tinha coragem de denunciá-lo com receio da reação dos familiares, segundo a delegada. 

“O mandado de busca e apreensão foi expedido no dia 29 de agosto de 2018, pelo juiz Eliezer Fernandes Júnior, do Juizado da Infância e Juventude Infracional (Jiji). Cumprimos a ordem judicial na manhã desta terça-feira (15/1), por volta das 8h. Encontramos o rapaz na casa onde ele morava e o conduzimos até a especializada”, relatou Elizabeth de Paula.

 

Ao término dos trâmites legais na Deaai, o jovem será encaminhado ao Centro Socioeducativo de Semiliberdade Masculino, localizado na Alameda A do Conjunto Álvaro Neves, no bairro Dom Pedro, zona centro-oeste de Manaus, onde serão adotadas as medidas cabíveis. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »