07/01/2019 às 15h37min - Atualizada em 07/01/2019 às 15h37min

Casa desmente Gusttavo Lima e diz que contrato de shows de sertanejo e Alexandre Pires foi separado

Segundo assessoria, Gusttavo 'exigiu' troca de horário das apresentações no dia do evento.

Reprodução
A casa onde aconteceram os shows de Gusttavo Lima e Alexandre Pires neste sábado (5) em São José (SC) desmentiu o sertanejo sobre o contrato do evento. Gusttavo disse que Alexandre era um convidado do Buteco do Gusttavo Lima. Ao G1, a assessoria da casa revelou que eram dois shows separados e os cachês foram pagos pelo contratante.

A reportagem procurou o sertanejo. Segundo sua assessoria, ele foi orientado pelos empresários a não se pronunciar mais sobre o assunto.

Entenda a confusão

Alexandre Pires acusou Gusttavo Lima de exigir troca de horário de shows em São José (SC). “A equipe disse que não era para montarmos o palco porque o show dele seria primeiro. Se não fosse assim, o cantor iria entrar no avião e iria embora. Ou então que a casa escolhesse um dos dois shows. Depois, iniciou-se uma discussão”, contou Alexandre no Instagram.

Gusttavo rebateu Alexandre, no Instagram. Ele disse que o pagodeiro era um convidado de seu show. “Esse lance de horários é totalmente responsabilidade da produção do evento, da produção do nosso escritório, porque é um projeto idealizado por mim e toda nossa produção. Fico muito decepcionado que o Alexandre não tenha gostado do nosso projeto.”

E afirmou que quem escolhia os horários dos shows era ele. “Enquanto eu for dono do buteco, eu abro as portas e fecho a hora que eu bem entender”.

Alexandre fez uma tréplica publicando um vídeo. No palco, um produtor do evento diz que o pedido de troca de shows foi feito pela equipe de Gusttavo no dia do show, às 16h. “Hoje estava planejado o show com Alexandre Pires abrindo e Gusttavo Lima terminando. Eu gostaria de dizer para o Alexandre que ele foi um cara sensacional.”

Os shows estavam confirmados desde novembro de 2018. Gusttavo Lima não apresentou motivos para a mudança de horários. “O empresário apenas exigiu que o show de abertura da noite fosse do cantor”, disse a assessoria da Arena Petry, local do evento. De acordo com o contratante, a casa teve "prejuízo de imagem e financeiro".

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »