03/01/2019 às 07h31min - Atualizada em 03/01/2019 às 07h31min

Após duas semanas, julgamento de El Chapo será retomado nos EUA

Audiências do julgamento do mais famoso traficante mexicano, que responde por 17 crimes...

R7
Foto:Reprodução
Depois do recesso de fim de ano, o julgamento do traficante mexicano Joaquín 'El Chapo' Guzmán será retomado nesta quinta-feira (3), na Corte Federal do Brooklyn, em Nova York (EUA).

As audiências começaram no dia 5 de novembro do ano passado e se estenderam até 20 de dezembro. O mexicano é acusado de 17 crimes, incluindo tráfico, formação de quadrilha, extorsão e planejar assassinatos, e pode pegar até prisão perpétua.

Diversas testemunhas, incluindo colaboradores históricos de Chapo, como o megatraficante colombiano Juan Carlos Abadía, já passaram pela sala de audiências, algumas sob forte esquema de segurança.

Testemunha gêmea

A ordem das testemunhas ainda não foi divulgada, mas a expectativa é que o julgamento seja retomado com o depoimento de Margarito Flores Jr. O irmão dele, Pedro Flores, foi uma das pessoas chamadas pela acusação em dezembro.

Margarito Jr e Pedro foram distribuidores de cocaína para o cartel de Sinaloa, liderado por Chapo, dentro dos EUA. Eles atuavam principalmente em Chicago e, de lá, a droga era enviada para diversas grandes cidades norte-americanas.

Durante o depoimento, Pedro contou que decidiu deixar o cartel depois que sua filha nasceu. Ele e o irmão gravaram chamadas em que combinavam um carregamento de heroína com Chapo e, em seguida, se entregaram às autoridades norte-americanas.

As gravações exibidas no tribunal são a prova mais contundente contra o traficante. Nelas, Guzmán negocia o transporte, entrega e venda de um carregamento de 20 quilos de heroína para Chicago, onde Flores e seu irmão, Margarito, trabalhavam.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »