07/12/2018 às 11h07min - Atualizada em 07/12/2018 às 11h07min

De chinelo, Pezão participa de hasteamento de bandeira na cadeia

Detidos em quartel da PM têm de participar da cerimônia...

Veja
Reprodução/TV Globo
Uma cena peculiar: vestindo camiseta branca, bermuda e chinelo, o uniforme de onde está preso, o governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão participou da cerimônia de hasteamento da bandeira no pátio do quartel da Polícia Militarem Niterói.

Participar da solenidade, que acontece, todas as sextas-feiras, às 8h e às 18h, é uma das obrigações de quem está detido na unidade. Os policiais lotados no quartel também participam e um deles prestou continência ao governador.

Pezão está preso desde o dia 29 de novembro em uma sala de Estado Maior, sem grades, mas monitorada por câmeras,  e separado dos outros detentos — uma prerrogativa de quem chefia o Executivo.

O governador Pezão foi preso preventivamente pela Polícia Federal no dia 29 de novembro, dentro do Palácio Laranjeiras, residência oficial do chefe do executivo, em um desdobramento da operação Lava Jato.

 

O governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão está preso desde 29 de novembro
na Unidade Prisional da Polícia Militar em Niterói (Reprodução/TV Globo)

O governador foi alvo de delação premiada de Carlos Miranda, suspeito de ser operador financeiro de esquemas de seu antecessor, Sergio Cabral, de quem foi vice-governador. 

O delator acusou Pezão de receber mesadas de 150 mil reais entre 2007 a 2014, na época em que ele, então vice, era secretário de obras do governo estadual. Os repasses, segundo Miranda, continuaram após o governador assumir o estado.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »