14/06/2022 às 11h23min - Atualizada em 14/06/2022 às 11h23min

Justiça decreta prisão preventiva de neta que matou avó

A juíza que realizou a audiência de custódia, determinou ainda que fosse realizado exame psiquiátriaco na acusada

Foto: Reprodução
A Justiça de Iranduba decretou na manhã desta terça-feira, 14/06, a Prisão Preventiva da nacional Cintia Monteiro da Rocha, 34 anos, acusada de ter incendiado a residência da sua avó de 91 anos. Sem nenhuma chance de defesa, a idosa foi a óbito no local. Seu corpo foi encontrado totalmente carbonizado. 

Fato ocorrido na tarde de ontem, na rua 07, no Distrito de Cacau Pirera.

A juíza que realizou a audiência de custódia, determinou ainda que fosse realizado exame psiquiátriaco (laudo) na acusada, para saber se ela possui problemas psiquiátricos.

Durante a audiência foi descoberto que ela é portadora do vírus HIV e encontrava-se em tratamento no Hospital Getúlio Vargas, em Manaus.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »