02/06/2022 às 14h47min - Atualizada em 02/06/2022 às 14h47min

​PC-AM prende homem por golpe envolvendo falsidade ideológica em agência bancária

Infrator foi preso no momento em que tentava cometer o crime, com uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa

Secom
FOTOS: Mayara Viana/PC-AM
A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), prendeu, na manhã de quarta-feira (1°/06), por volta das 10h30, Alfonso Araújo Muniz, 56, por golpe praticado em uma agência bancária, situada na avenida Djalma Batista, zona centro-sul de Manaus. O indivíduo utilizava identidade falsa para solicitar empréstimos financeiros de altos valores.
 
Durante coletiva de imprensa realizada no prédio da DERFD, localizada no bairro Alvorada, zona centro-oeste, o delegado Adriano Félix, titular da unidade especializada, disse que Alfonso foi preso no momento em que tentava cometer o crime, com uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa.
 
“Tomamos conhecimento de que o indivíduo estava utilizando uma documentação falsa naquela agência bancária, para abrir uma conta e solicitar empréstimo consignado no valor de R$ 90 mil. A partir desta informação, as equipes de investigação se deslocaram de imediato à instituição, no intuito de verificar de fato quem seria esse indivíduo”, explicou o delegado.
 

Conforme o titular, em diligências no local, os policiais civis da DERFD confirmaram que Alfonso estava utilizando a CNH com dados falsos, com objetivo de aplicar o golpe no banco, e, consequentemente, na pessoa na qual estava utilizando o nome, causando um enorme prejuízo financeiro às partes.
 
“Em depoimento, ele confessou toda a atividade delituosa, informando que já teria sido preso em flagrante em 2018, pelo crime de estelionato. Durante consulta em nosso sistema operacional, verificamos seis Boletins de Ocorrência (BOs), constando o nome do indivíduo como autor dos crimes de estelionato”, destacou o titular da especializada.
 
A autoridade policial comunicou ainda que Alfonso era apenas quem abria as contas bancárias, solicitava o empréstimo, e, posteriormente, cancelava a conta após conseguir o empréstimo. Ele repetia o ato em sequência, com outra CNH falsa, para conseguir vantagem financeira.
 
“As investigações irão continuar, a fim de investigar o envolvimento de outros indivíduos na prática criminosa, tendo em vista que o mesmo afirma não ser o responsável pela produção dessas documentações”, encerrou o titular.
 
Orientação
Félix orienta às vítimas dessas práticas que procurem imediatamente a delegacia mais próxima ou a DERFD, a fim de registrar um Boletim de Ocorrência (BO), para que seja dado andamento às investigações.
 
Procedimentos
Alfonso responderá por uso de falsidade ideológica e ficará à disposição da Justiça.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »