26/01/2022 às 17h01min - Atualizada em 26/01/2022 às 17h01min

Após morte de recém nascido, família acusa hospital de negligência

Portal do Sena

Amazonas Digital
Uma família publicou em uma rede social um desabafo contra o Hospital Hapvida, acusando o mesmo de negligência médica, ocorrido na última terça-feira (18).

Um mulher usou as redes sociais para desabafar uma situação que ocorreu com sua irmã. Ela informou que sua irmã fez o pré-natal completo na HapVida e estava com a Cesária marcada, mas quando chegou lá para ter o bebê a médica informou que ela podia ter normal e então forçaram a mãe ter normal, mas a bebê era muito grande e a irmã afirma que os profissionais sabiam, que não tinha condições de fazer um parto normal.

A bebê nasceu sem os batimentos, e só conseguiram reanima-la depois de 20 minutos. A bebê reagiu foi para a UTI, mas não resistiu e veio á óbito.

Na publicação existe vários comentários de outras pessoas também informando negligência do hospital.

Um dos comentários diz, “Na Hapvida quebraram a clavícula do meu filho e nem verificaram, eu só vim perceber depois de 13 dias, já estava era emendado, nem sabia que tava quebrada, fiquei muito tempo pensando como meu BB sofria dor sem saber dizer”.






Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »