11/01/2022 às 18h13min - Atualizada em 11/01/2022 às 18h13min

Familiares, amigos e fãs se despedem de Batoré em velório

Portal do Sena

R7
Corpo de Batoré foi coberto com a bandeira do Brasil REPRODUÇÃO/RECORD TV
Familiares, amigos e fãs se despediram de Batoré em velório realizado nesta terça-feira (11). O humorista, de 61 anos, morreu nesta segunda (10). A cerimônia aconteceu na Arena Cabreúva, na cidade de Cabreúva, no interior de São Paulo.

Depois do último adeus, o corpo de Batoré foi sepultado no Cemitério Municipal da cidade, onde também estão enterrados o pai e o irmão do artista.

Batoré morreu na UPA (unidade de pronto atendimento) de Pirituba, na zona oeste de São Paulo. A causa da morte não foi divulgada.

Nascido em Serra Talhada (PE), Ivanildo deixou Pernambuco aos 11 anos, junto dos pais e de seus sete irmãos, e estabeleceu-se em Mauá, na Grande São Paulo.

Ainda jovem, antes de se tornar conhecido por seu personagem mais célebre, Ivanildo teve uma rápida carreira no futebol, abreviada por uma fratura no tornozelo, quando atuava pelo Ituano.

Nos anos 1980, fez suas primeiras aparições na televisão, no programa Show de Calouros, no SBT. Mas foi na década seguinte, interpretando o personagem Batoré em A Praça É Nossa, na mesma emissora, que ele ganhou fama nacional, com seus bordões "Você é forgaaaado!", "Ah, para, ô!" e "Você acha que é bonito ser feio?".


Em recente entrevista ao Domingo Espetacular, ele falou sobre a origem do personagem. "Eu quis fazer essa homenagem ao Nordeste. E aí eu fiz essa homenagem, e, graças a Deus, é um dos mais queridos”, disse ele.

Em 2008, Ivanildo foi eleito vereador em Mauá, com 4.778 votos. Em 2012, foi reeleito no município da Grande São Paulo. No entanto, dois anos depois, a Justiça Eleitoral o afastou do cargo, em razão de uma mudança de partido, manobra que foi considerada infidelidade partidária.

Depois da carreira na política, ele voltou à televisão para interpretar o delegado Queiroz na novela Velho Chico, na Globo, em 2016. Três anos depois, Ivanildo retornou ao programa A Praça É Nossa, após 15 anos, para interpretar novamente o personagem que o havia tornado conhecido em todo o país.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »