28/11/2018 às 10h52min - Atualizada em 28/11/2018 às 10h52min

Saiba quais são os mitos e verdades sobre a bateria do celular

Recarregar 100%? Usar a bateria até o final? Comprar cabos piratas?

R7
Reprodução
Acabar a bateria do celular antes do fim do dia é o medo de muitas pessoas. Por isso, existem vários conselhos de como é a maneira correta de recarregar e quais hábitos que prejudicam a vida útil do aparelho. Saiba quais são os mitos e verdades sobre a bateria do celular

Um conselho muito comum assim que o celular é tirado da caixa é fazer uma recarga por várias horas para garantir o funcionamento correto da bateria. Essa recomendação não tem nenhuma vantagem técnica e não interfere no funcionamento do sistema. "A primeira recarga não precisa ser mais longa isso é basicamente um teste para saber se a tomada e o cabo estão certos", diz o professor do departamento de engenharia elétrica da FEI, Valter Avelino.

Sempre que a bateria do celular começa de durar pouco, existe uma suspeita de que está viciada. Porém, os celulares mais novos não apresentam esse tipo de problema. "A baterias atuais são feitas de lítio, que não costumam ter essa 'memória' de carga. Essa situação era mais comum com as fabricadas com manganês, que acumulavam resíduos da reação química e ficavam ´viciadas'", explica o professor.

 
 
Os cabos e tomadas originais dos celulares são caros e muitas pessoas optam por modelos vendidos no mercado paralelo. Apesar da economia, o uso desse tipo de produto pode provocar danos ao aparelho e até acidentes graves. "Os carregadores piratas não passaram por uma homologação da Anatel. Por isso não há garantia da energia que é fornecida ao celular e podem existir problemas de isolamento elétrico que podem causar choques" 

Recarregar até 100% ou usar o celular até a bateria acabar é uma dúvida frequente. Deixar o aparelho na tomada até a carga máxima não é nenhum problema e inclusive diminui o número de vezes que a tomada precisa ser utilizada. Segundo o professor, quanto menos ciclos de recarga for necessário, maior a vida útil das peças

O uso do smartphone até desligar é o verdadeiro problema. "Descarregar completamente, existem processos químico que na hora que o carregador é colocado vai enviar a máxima carga possível e esse processo muito rápida pode provocar danos", afirma o engenheiro.

 
 
 

O professor afirma que não existe riscos de danificar o celular ao usar carregadores portáteis ser o produto for de qualidade. O risco pode acontecer se o modelo usado não for homologado e a tensão fornecida ao aparelho for maior do que 5 volts, que costuma ser a especificação dos celulares

Usar o celular enquanto está ligado na tomada é um grande dilema. Segundo o professor, isso depende da situação em que o uso está acontecendo. "Se estiver chovendo e ocorrer uma descarga elétrica, existe o risco do smartphone ligado na tomada receber uma tensão maior e a pessoa levar um choque que pode até ser fatal"

Muitas pessoas optam por cabos mais longos para conseguir continuar a usar o celular enquanto recarrega a bateria. Apesar de não ser um acessório original, as chances de danificar o celular são pequenas. "Como a corrente elétrica no celular é muito baixa, não tem problema usar uma extensão. A situação de risco ocorre quando muitos aparelhos são ligados ao mesmo tempo em uma mesma tomada", explica Avelino.

 
 
 

Pode parecer estranho, mas um defeito comum é quando a bateria estufa. Se o aparelho estiver esquentando muito, existe o risco de a bateria liberar gases durante a recarga e por causa disso aumentar de tamanho. O professor alerta que insistir no uso do aparelho nessa condição pode provocar uma explosão

É raro de acontecer, mas celulares com defeito na bateria podem explodir. O risco maior é quando o aparelho está conectado à tomada para recarregar. "Uma explosão geralmente acontece quando a bateria estava muito baixa e é colocada para recarregada, isso porque a temperatura do aparelho aumenta", diz o professor Avelino.

 

Fotos: Reprodução
 
Amper e volts são palavras que aparecem nas embalagens de produtos eletrônicos e nem todo mundo sabe exatamente como interpretar esses dados. O professor da FEI explica que o sistema elétrico do celular faz o controle automático dos amperes necessários para recarregar a bateria e, portanto, isso ter uma amperagem maior não danifica o celular. A voltagem, porém, pode causar danos se não corresponder às especificações. Em geral, os celulares recarregam melhor com 5V

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »