02/11/2021 às 15h19min - Atualizada em 02/11/2021 às 15h19min

Amazonense conquista mais um ouro e garante vaga no sul-americano estudantil

PORTAL DO SENA - Informando com credibilidade

Semed
Divulgação / Semed
Destaque nos Jogos Escolares Brasileiros (JEBs), a aluna da rede municipal de ensino, da Prefeitura de Manaus, Ana Carolina Tabosa Teodoro, 14, conquistou, nesta terça 2/11, a segunda medalha de ouro, desta vez nos 2.000 metros na modalidade atletismo, que está sendo disputado no Centro de Educação Física da Marinha (Cefam), no Rio de Janeiro (RJ).

Com o resultado a atleta, do 7° ano da escola municipal Professora Francisca Pereira de Araújo, vai compor a seleção brasileira no Sul-Americano Escolar que acontecerá em Brasília (DF), no próximo mês de dezembro. Ana Carolina alcançou a melhor marca, após completar a prova com tempo de 6 minutos e 47 segundos, levando Manaus ao ponto mais alto do pódio.

Feliz por conquistar mais uma medalha, a jovem atleta amazonense agradeceu ao seu treinador e todo apoio que recebe na escola que estuda. “Estou feliz por ganhar a segunda medalha de ouro para o Amazonas. Muito feliz também por ter me classificado para o sul-americano. Tenho muito orgulho de estudar na escola municipal Francisca Pereira de Araújo. Agradeço ao meu treinador, Gustavo Nicolas, e a todos que me apoiaram”, disse.


De acordo com o presidente da Federação Amazonense de Desporto Escolar (Fade), Antônio Neto, o “Zico”, responsável pela formação da delegação do Amazonas,  a participação nos JEBs é a realização de um sonho para todos os alunos, podendo vivenciar as experiências e as lições do esporte, por meio do desporto escolar, que, segundo ele, é uma poderosa ferramenta para formação integral de crianças e adolescentes. “Esperamos, com a vivência desses dias, marcar definitivamente de forma positiva, a vida dessas crianças, tornando esta experiência inesquecível”, pontuou. 

O coordenador de Esportes, na Secretaria Municipal de Educação (Semed), Ronaldo Barreto Antony, destacou o trabalho de todos professores, técnicos e da chefia da delegação.

"O chefe da delegação, professor Mike Moraes, fez um excelente trabalho na condução dela, assim como todos os profissionais, que procuram proporcionar aos atletas as melhores condições para competição. Afinal é uma grande responsabilidade cuidar de 217 crianças e adolescentes”, destacou.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »