17/03/2021 às 18h15min - Atualizada em 17/03/2021 às 18h15min

Governo do Amazonas recebe 10 mil doses da Coronavac para uso na Pesquisa CovacManaus

PORTAL DO SENA - Informando com credibilidade

Secom
Fotos: Diego Peres/Secom

O Governo do Amazonas recebeu, na manhã desta quarta-feira (17/03), no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, 10 mil doses da vacina CoronaVac, para uso na pesquisa CovacManaus, que é um estudo de antecipação da vacinação.

O Estado, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), investiu R$ 2 milhões nesta pesquisa, que irá abranger pessoas entre 18 e 49 anos, com e sem comorbidades. Participarão profissionais das áreas de educação e segurança pública lotados em Manaus.

 

O governador Wilson Lima esteve no local e falou sobre as doses destinadas à pesquisa CovacManaus.

“Nós estamos recebendo uma doação de 10 mil doses do Butantan, destinadas para profissionais da área de educação do Estado, e também da segurança pública, que têm entre 18 e 49 anos de idade e que possuem algum tipo de comorbidade”, destacou.

 

Sobre a importância da pesquisa para o Amazonas, o secretário Marcellus Campêlo, titular da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), esclarece que o estudo ajudará na identificação do impacto da antecipação da aplicação da vacina em pessoas com comorbidades na prevenção das formas graves da doença, em Manaus, onde predomina a variante P.1 do vírus.

 

“Nós vamos pesquisar a população de 18 a 49 anos de idade com comorbidade.
Nós tivemos uma incidência maior dessa população de internações, inclusive de óbitos, agora nessa segunda onda da pandemia, então essa pesquisa vem muito a contribuir para entender o que está acontecendo, inclusive a influência da variante P.1 em relação a essa população”, disse o secretário.

 

Sendo um dos condutores da pesquisa, o médico infectologista da FMT-HVD e especialista em saúde pública da Fiocruz, Marcus Lacerda, esclarece que o estudo conta com a participação de pesquisadores da FMT-HVD e da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

Conforme Lacerda, a vacinação dos profissionais será realizada nas dependências da Escola Normal Superior, da UEA.

 

“Amanhã já, quinta-feira (18/03), começamos por faixa etária com 49 anos de idade, na sexta-feira (19/03) com 48 anos de idade, e todas as semanas haverá um calendário específico de faixas etárias por dia, para que a gente possa atender esse grande público da Secretaria de Educação do Estado, da Universidade do Estado do Amazonas e da Secretaria de Segurança Pública, profissionais na ativa lotados no município de Manaus”, pontuou o pesquisador.

 

Parâmetros – Ao longo da pesquisa, as pessoas com comorbidade receberão as duas doses da vacina. Já as que não apresentam comorbidades receberão acompanhamento periódico com avaliação clínica e exames sorológicos.

 

Critérios de participação – Podem participar do estudo servidores efetivos da UEA, da Secretaria de Estado de Educação e Desporto e da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), Polícias Civil e Militar, Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM) e Corpo de Bombeiros Militar, com idades entre 18 e 49 anos, que atuam em Manaus.

 

“A nossa equipe está aguardando todos os funcionários entre 18 e 49 anos dessas secretarias e da UEA. Essa triagem de comorbidades será feita no local, as pessoas serão pesadas e medidas, a fim de se observar a obesidade, e laudos médicos de diabetes, hipertensão ou alguma outra doença listada pelo Ministério, as pessoas devem trazer o seu laudo para a nossa unidade”, esclareceu Marcus Lacerda.

 

As pessoas com comorbidade receberão as duas doses da vacina. Já as que não apresentam comorbidades receberão acompanhamento periódico com avaliação clínica e exames sorológicos.

 

Mais detalhes do estudo também serão divulgados nas redes sociais do grupo de pesquisa (@ipccb). A iniciativa contará com uma ouvidoria presencial e virtual (ouvidoria.covacmanaus@gmail.com), para dúvidas, sugestões e críticas.

 

Plano de Imunização – Além das 10 mil doses da CoronaVac destinadas à pesquisa, chegaram nesta manhã, também, 49.600 doses para dar continuidade à vacinação das pessoas pertencentes aos grupos prioritários neste momento no estado do Amazonas.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »