05/03/2021 às 09h32min - Atualizada em 05/03/2021 às 09h32min

Tragédia da Chape: o sobrevivente que enganou a morte duas vezes

PORTAL DO SENA - Informando com credibilidade

R7
LANCE
Um dos sobreviventes da tragédia que vitimou parte do elenco da Chapeconese, em 2016, passou por mais um susto nesta semana.

O boliviano Erwin Tumiri, um dos seis sobreviventes do acidente aéreo, estava no ônibus que capotou em uma rodovia próxima à cidade de Ivirgarzama. Em entrevista, ele se qualificou como "abençoado".

Vinte e uma pessoas morreram, nesta terça-feira, no incidente. O técnico de tripulação, porém, teve apenas uma lesão no joelho e arranhões nas costas sem gravidade, de acordo com familiares.

Informações locais preliminares apontam que o ônibus onde estavam dirigia além da velocidade permitida e teria perdido os freios, em capotamento de ônibus no trajeto entre Cochabamba e Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia.


Em entrevista à Agência Efe, ele contou que está "com muita raiva" por não ser a primeira vez que a empresa passa por este tipo de acidente e lamentou as mortes no barranco. Ele, que está internado, ressaltou sentir-se abençoado.

- Pessoalmente, eu me sinto muito abençoado por Deus. Ele está sempre em minhas intenções, nos meus projetos - comentou o religioso.

Das 76 pessoas no avião, 71 pessoas morreram no acidente que levava a delegação da Chape para a disputa do jogo de ida da final da Copa Sul-Americana daquele ano, na Colômbia.

Ele também relembrou o acidente com a equipe brasileira.



- Desde o que aconteceu com o voo, vi que tenho bons amigos que estão sempre presentes. Valorizo todos eles.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »