05/02/2021 às 19h47min - Atualizada em 05/02/2021 às 19h47min

​Capitães Alberto Neto e Carpê Andrade cobram celeridade na promoção pós morte de policiais e bombeiros militares do AM

PORTAL DO SENA - Informando com credibilidade

Assessoria
Foto: Divulgação
Em ação conjunta em favor de policiais e bombeiros militares do Amazonas, os capitães Alberto Neto e Carpê Andrade (Republicanos) acionaram o Governador do Amazonas, Wilson Lima, para cobrar mais celeridade na promoção de guerreiros que perderam em serviço ou em decorrência do exercício da profissão. 

A promoção “post mortem” é um direto de policiais e bombeiros garantido pela Lei Estadual nº 4044/2014. A medida é uma garantia para os familiares, sobretudo, aos filhos menores deixados por muitos profissionais que perdem suas vidas na guerra contra o crime. 

O Capitão Alberto Neto ressaltou no documento, encaminhado ao Governo do Estado nesta sexta-feira (5/02), que o direto é legítimo pois traduz o sentimento de gratidão e respeito aos guerreiros que trabalharam incansavelmente pelo bem da sociedade. 

“Recomendamos ao Comando da Polícia fazer uma lista com os nomes dos policiais que morreram em decorrência da Covid-19. Eles que estavam na linha de frente, carregando cilindros, garantindo o cumprimento de decretos e atendendo ocorrências durante a pandemia, arriscando suas vidas e merecem ter seus familiares assistidos”, disse o deputado. 


Carpê Andrade reforçou que ambos estão lutando por melhorias para a classe. 

“Esse é o momento de unir forças e ajudar a família dos nossos guerreiros que perderam suas vidas trabalhando na linha de frente no combate ao vírus Covid-19. As baixas foram muitas e pensando nas famílias desses militares lutaremos para garantir uma vida mais digna a elas. Não podemos deixar de reconhecer esses militares”, disse. 

Covid-19 – Somente durante o mês de janeiro deste ano, 35 policiais militares perderam a vida em decorrência de complicações da Covid-19. O número é muito expressivo e acende um alerta para garantir a proteção da vida desses guerreiros que vivem uma luta dupla: contra o coronavírus e contra a criminalidade.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »